Rio apoiará instituições que atendem pessoas com deficiência

Publicado em 27/08/2015 - 15:24 Por Da Agência Brasil - Rio de Janeiro

O governo do Rio de Janeiro lançou um edital para instituições que atendem a pessoas com deficiência e prefeituras investirem na melhoria da mobilidade. Serão liberados R$ 15 milhões por meio da Loteria do Estado do Rio de Janeiro (Loterj), que destinará 70% de seus recursos para as obras sociais do estado.

O governador do Rio de Janeiro, Luiz Fernando Pezão, disse que o projeto é para que se saiba aplicar recursos, que se tenha discernimento para aplicá-los. "Com toda certeza, esse recurso vai fazer muita diferença no trabalho das instituições e no cuidado das prefeituras com seus pacientes em tratamento."

O processo vai consistir em duas etapas. O primeiro edital oferecerá R$ 4 milhões para subvenção social de instituições que atendem a pessoas com deficiência. O processo seletivo das propostas será feito por meio de chamamento público. O governo estadual, a partir daí, vai celebrar convênios com entidades privadas sem fins lucrativos que sejam cadastradas e habilitadas no Sistema de Convênios do Estado do Rio de Janeiro (Converj).

Serão contemplados quatro projetos de R$ 100 mil até R$ 400 mil; 14 de R$ 50 mil até R$ 100 mil; e 20 de até R$ 50 mil. As propostas deverão ser entregues até o dia 13 de outubro e o resultado será divulgado no dia 9 de novembro.

No segundo chamamento público, serão doados uma ambulância e um veículo para transporte de pacientes às prefeituras solicitantes, em um investimento total de R$ 11 milhões. Poderão participar todos os municípios do estado que estejam com situação fiscal em dia. O credenciamento vai até o dia 29 de setembro.

A coordenadora executiva do Centro Integrado de Estudos e Programas de Desenvolvimento Sustentável (Cieds), Aldeli Carmo, estima que o projeto ajudará organizações pequenas a melhorarem suas iniciativas. "Com o lançamento desse edital, pretendemos apresentar novas propostas voltadas aos deficientes. Já temos um centro de atendimento e um mapa da empregabilidade para eles. Ter novas iniciativas, principalmente relacionadas a mobilidade dessas pessoas é fundamental", disse.

Edição: Lana Cristina

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Fachada do edifício sede do Supremo Tribunal Federal - STF
Geral

STF: teto constitucional incide sobre soma de pensão e aposentadoria

Com a decisão, o valor dos ganhos não pode ultrapassar R$ 39,2 mil, valor do salário dos ministros da Corte, que foi definido pela Constituição como teto.

Supermercado na zona sul do Rio de Janeiro
Economia

Custo da cesta básica caiu em 13 capitais no mês de julho, diz Dieese

 Por conta da pandemia, o Dieese suspendeu a coleta presencial de preços e começou a coletar os preços por meio de telefone, aplicativos de entrega, email e consultas na internet.

Governo de São Paulo inicia testes com vacina contra o novo coronavírus.
Saúde

Hospital das Clínicas de Campinas começa testes de vacina contra covid

O Instituto Butantan deve concluir em outubro ou novembro os testes com cerca de 9 mil voluntários em São Paulo, Brasília, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Rio Grande do Sul e Paraná.

Agente penitenciário
Geral

Agentes prisionais tiveram saúde mental abalada na pandemia

Pesquisa da Fundação Getúlio Vargas coletou informações sobre a percepção dos profissionais sobre impactos da pandemia no trabalho, no bem-estar e nas relações com os presos.

Poupança
Economia

Captação da poupança bate recorde para meses de julho

Depósitos na caderneta superaram saques em R$ 27,14 bilhões no mês passado. Nos sete primeiros meses do ano, captação acumulada chega a R$ 111,58 bilhões.

Justiça

Órgãos assinam termo de cooperação sobre acordos de leniência

O TCU passa a participar das negociações conduzidas pela CGU, AGU e MPF na celebração de acordos de leniência com empresas acusadas de desviar recursos públicos.