Greve dos funcionários dos Correios é suspensa em três estados

Publicado em 16/09/2016 - 19:23 Por Ivan Richard – Repórter da Agência Brasil - Brasília

Centro de Tratamento de Encomendas dos Correios em Benfica, zona norte da cidade, durante a greve decretada após assembléia geral dos trabalhadores (Fernando Frazão/Agência Brasil)

Segundo os Correios, percentual dos que ainda estão em  greve drepresenta  menos  de  1%  do  total  dos empregados  da  empresa     Arquivo/Agência Brasil

Três dos seis sindicatos de trabalhadores dos Correios que haviam iniciado ontem (15) um movimento de greve decidiram hoje (16) suspender a paralisação e voltar ao trabalho.

Segundo os Correios, nos estados do Ceará, do Piauí e de Santa Catarina, os trabalhadores aceitaram a proposta de reajuste salarial e dos benefícios oferecida pela empresa e encerraram a greve, que durou menos de 24 horas.

A estatal diz que, com isso, o percentual de trabalhadores em greve representa menos de 1% do total de seus empregados. Agora, a paralisação atinge regiões dos estados do Rio Grande do Sul, exceto Santa Maria, onde não houve paralisação, de Minas Gerais, na região da Grande Belo Horizonte, além de 1.070 empregados da unidade de Sergipe. 

“A paralisação parcial não afeta o atendimento à população. Todas as agências estão abertas, e os serviços, inclusive a entrega de Sedex e o Banco Postal, estão disponíveis”, informou a empresa, em comunicado à imprensa.

De acordo com os Correios, nos locais onde há paralisação, a empresa tem adotado medidas para minimizar os transtornos à população, como o pagamento horas extras, a realização de mutirões e realocação de funcionários.

Estado de greve

De acordo com a secretária de Imprensa da Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresa de Correios e Telégrafos e Similares (Fentect), Suzy Cristiny da Costa, a orientação da entidade, que reúne os 32 sindicados de trabalhadores dos Correios, foi pela aprovação da proposta da empresa.

Para Suzy, apesar de abaixo das expectativas da entidade, a proposta da direção dos Correios é “razoável”. “É uma proposta que não contempla nossas expectativas, mas, se analisarmos [a negociação ] de outras categorias, foi uma proposta razoável dentro da conjuntura econômica do país”, disse Suzy à Agência Brasil.

De acordo com a secretária da Fentect, apesar de os sindicatos, em sua maioria, terem aceitado o reajuste oferecido pelos Correios, os trabalhadores continuam em estado de greve. “Temos outras bandeiras. A proposta foi aprovada por 20 dos 31 sindicatos, e um não fez assembleia ainda, mas todos os que aprovaram mantêm-se em estado de greve. Temos muita problemas a serem resolvidos, principalmente a questão da privatização, que está ai ameaçando a nossa categoria.”

Reajuste

Nas negociações do acordo coletivo, a direção dos Correios propôs aumento de 9%, a ser concedido nos percentuais de 6% em agosto deste ano e de 3% em fevereiro de 2017, reajuste de 8,74% nos benefícios e a manutenção das demais cláusulas do acordo assinado no ano anterior, inclusive a que trata do plano de saúde.

Edição: Nádia Franco

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Com uma campanha de 16 jogos, com oito vitórias, seis empates e duas derrotas, o Palmeiras voltou a conquistar o título estadual depois de 12 anos
Esportes

Palmeiras vence Corinthians nos pênaltis e é campeão paulista

Com uma campanha de 16 jogos, com oito vitórias, seis empates e duas derrotas, o Palmeiras voltou a conquistar o título estadual depois de 12 anos.

Saúde

Rio de Janeiro confirma 178 mil casos e 14 mil mortes da covid-19

Números da secretaria estadual de Saúde mostram que a capital fluminense lidera o número de casos, com 74.403 pessoas infectadas. São Gonçalo (9.295) e Niterói (9.290) aparecem em seguida

Ministro Interino da Saúde, Eduardo Pazuello, participa da 34ª Reunião do Conselho de Governo
Saúde

Pazuello lamenta mortes por covid- 19 e destaca tratamento precoce

“Não se trata de números, planilhas ou estatísticas, mas de vidas perdidas que afetam famílias, amigos e atingem o entorno do convívio social”, disse o ministro interino da Saúde.

O Laboratório Central de Saúde Pública de Santa Catarina (LACEN) está realizando exames para identificação do novo coronavírus (COVID-19)
Saúde

Brasil registra mais de 100 mil mortes por covid-19

Dos 3.012.412 casos de pessoas infectadas pelo novo coronavírus no país, 2.094.293 (69,5%), mais da metade, são de recuperados. O balanço aponta ainda que o número de pessoas em acompanhamento é de 817.642 (21,1%).

Hospital de Campanha de São Gonçalo é inaugurado
Justiça

Rio: Justiça intima Witzel a manter aberto hospital de campanha

Justiça intimou o governador e o secretário de Saúde a cumprir, em 48 horas, ordem judicial de manter em operação o  Hospital de Campanha de São Gonçalo.

Vista aérea da torre Eiffel, em Paris
Internacional

Paris obriga uso de máscaras ao ar livre em áreas movimentadas

As regiões onde as máscaras serão obrigatórias serão detalhadas separadamente e avaliadas regularmente, informou a prefeitura da capital francesa.