Por motivo de segurança, Crivella não participa de culto ecumênico em escola

Publicado em 06/04/2017 - 16:06 Por Vinícius Lisboa - Repórter da Agência Brasil* - Rio de Janeiro

O secretário municipal de educação do Rio de Janeiro, Cesar Benjamin, disse hoje (6) que o prefeito do Rio, Marcelo Crivella, não participou do culto ecumênico realizado nesta quinta-feira na Escola Municipal Escritor e Jornalista Daniel Piza, na zona norte, por motivos de segurança. O ato lembrou a estudante Maria Eduarda Alves da Conceição, de 13 anos, assassinada na quadra da escola na semana passada.

"A situação estava muito tensa aqui [ontem], e nós recomendamos que ele não viesse. Ontem, o tráfico roubou três caminhões da [Companhia de Limpeza Urbana] Comlurb, daqueles bem pesados que transportam lixo, e blindou os acessos à escola", disse o secretário, que teve que transferir a reunião que teria com o corpo docente da escola para a sede da 6ª Coordenadoria Regional de Educação (CRE). "Os professores não permaneceram aqui porque ficaram temerosos com a movimentação que havia em volta da escola."

Na visão de Benjamin, a insegurança na região não chega a ser um impedimento para que a escola volte a funcionar, porque a rede municipal tem grande capilaridade e diversas unidades funcionam em locais em que há problemas semelhantes.

"Essa, digamos assim, é a situação normal, entre aspas, de muitas regiões do Rio de Janeiro. Em muitas áreas, você vai caminhando e pendido licença a homens armados de fuzis. Isso é uma rotina", disse o secretário.

O secretário reconheceu que a ideia de blindar escolas municipais em áreas de risco é polêmica, mas afirmou que essa é uma demanda de pais, professores e alunos de unidades como as que ficam na linha de tiro no Complexo de Favelas da Maré. Por causa da técnica de construção drywall, escolas na região têm paredes de gesso que oferecem pouca proteção contra disparos.

"Nessas escolas, o tiro de fuzil entra por um lado, percorre todas as classes, e sai pelo outro", disse o secretário, que prevê que a aplicação de uma argamassa importada em 15 escolas da Maré deve começar em caráter experimental dentro de dois meses. O pedido de importação já foi feito e esse é o tempo necessário para que o produto chegue dos Estados Unidos e esteja à disposição da secretaria. Segundo ele, ao ser aplicada uma espessura de 2,5 centímetros nas paredes, o material impediria a passagem de um tiro de fuzil. "Isso não é uma solução milagrosa, geral, para ser aplicada em toda a rede".

O secretário voltou a defender que a Secretaria Estadual de Segurança Pública e os comandantes de batalhões da Polícia Militar se reúnam com a comunidade escolar para estabelecer um protocolo de ações que reduza os riscos para os estudantes e profissionais da rede municipal. Benjamin disse que as operações policiais devem, por exemplo, evitar os horários de entrada e saída das escolas. "Pedimos encarecidamente à policia que respeite esses momentos". 

*Colaborou a repórter Tatiana Alvez, do Radiojornalismo da EBC

Edição: Maria Claudia

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Pessoas que usam máscaras caminham ao longo do cais do oceano enquanto os Estados Unidos passaram na quinta-feira um total de mais de 4 milhões de infecções por coronavírus durante o surto global da doença por coronavírus (COVID-19) em
Internacional

Estados Unidos tem mais 457 mortes por covid-19 nas últimas 24 horas

Embora Nova Iorque já não seja o estado com o maior número de infecções, continua a ser o que contabiliza mais mortes (32,7 mil), número superior ao de países como França ou Espanha.

Stephanie Soares
Esportes

A história peculiar de uma aposta do basquete brasileiro

Com apenas 20 anos de idade, a jogadora de basquete brasileira Stephanie Soares tem talento incomum. E uma trajetória também.

O presidente da Russia, Vladimir Putin, durante Diálogo dos Líderes com o Conselho Empresarial do BRICS
Internacional

Rússia anuncia primeira vacina contra a covid-19

Produto foi aprovado pelo Ministério da Saúde. A Rússia espera agora poder iniciar a aplicação em massa, mesmo que estejam ocorrendo ainda testes clínicos para comprovar a segurança do produto.

Idosos moradores do Lar São José, em Sobradinho, no Distrito Federal, recebem presentes de Natal
Direitos Humanos

Covid-19: mais de 330 abrigos de idosos já receberam doações

As instituições que já receberam as doações representam 67% dos abrigos cadastrados na primeira etapa da Campanha Solidarize-se, ação promovida pelo Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos.

Parque Nacional da Tijuca
Geral

Ingresso ao Parque Nacional da Tijuca está 80% mais barato

O desconto tem por objetivo estimular o turismo local e diminuir, a curto prazo, os impactos negativos no equilíbrio econômico-financeiro dos contratos, causados pela pandemia da covid-19.

nascentes devem ser protegidas
Geral

Prazo para inscrições no Prêmio ANA 2020 termina no sábado

Inscrições devem ser feitas pelo site da premiação. Cada participante pode inscrever mais de uma iniciativa. Além disso, poderão ser apresentados trabalhos indicados por terceiros.