Filha de Antonio Candido diz que pai era "um humanista acima de tudo"

Publicado em 12/05/2017 - 16:48 Por Bruno Bocchini e Guilherme Jeronymo – Repórteres da EBC - Brasília

A professora do Departamento de História da Universidade de São Paulo (USP), Marina de Mello e Souza, filha do escritor e crítico literário Antonio Candido, que morreu hoje (12), disse que o pai foi um humanista “acima de tudo”. 

"Entendemos que ele é um símbolo de uma geração, de um tipo de personalidade que pregava valores, e que se comportava com uma integridade, uma coerência entre o pensamento e a prática, que se perdeu muito no mundo contemporâneo”, disse, no Hospital Albert Einstein, onde ocorre o velório de Candido, conta com a presença de amigos, parentes e ex-alunos.

“Neste momento em que vivemos, não só no país, como no mundo, uma situação de extremo retrocesso e de valorização de ideais e bens que são muito diferentes das questões do humanismo, ele era um humanista acima de tudo. É importante lembrar que já foi diferente, que já teve gente que deu sua carreira, força de trabalho e capacidade para construir uma sociedade, um mundo melhor”.

O escritor, crítico literário e sociólogo Antonio Candido morreu à 1h40 da madrugada de hoje, em São Paulo, aos 98 anos. O velório prosseguirá até as 17h, aberto ao público. Após isso, o corpo será cremado. A cerimônia será fechada à família. 

 

Escritor e sociólogo Antonio Candido morre em São Paulo aos 98 anos

Escritor e sociólogo Antonio Candido morre em São Paulo aos 98 anosMarcos Santos/USP Imagens

Entre as obras do escritor, estão Formação da Literatura Brasileira: Momentos Decisivos e O observador literário, publicados em 1959; Tese e Antítese: Ensaios e Os Parceiros do Rio Bonito: Estudo sobre o Caipira Paulista e a Transformação dos seus Meios de Vida (1964); Literatura e Sociedade: Estudos de Teoria e História Literária (1965); O Estudo Analítico do Poema (1987); O Discurso e a Cidade (1993); Vários Escritos (1970) e Formação da literatura brasileira (1975).

Referência e inspiração

Durante o velório, a deputada federal Luiza Erundina (Psol) disse que Candido é referência para aqueles que dedicam a vida a uma sociedade mais igualitária e justa. A deputada ressaltou que o escritor era socialista e um sustentáculo na luta contra o arbítrio e na resistência da democracia no país.

“Ele foi para todos nós uma inspiração, um alento, em toda a trajetória de vida, de luta e de resistência ao arbítrio, atentado à democracia na história desse país. Elee sempre foi uma referência, um ponto de reflexão e de sustentáculo a respeito das coisas”, disse a deputada.

“Ser socialista é isso, é ser capaz de acreditar que é possível transformar a sociedade, na perspectiva de uma sociedade mais justa, mais igualitária, menos cruel, mais tolerante, a tudo isso ele é referência e ele vai ser sempre para nós uma inspiração, ele não morreu”, acrescentou.

Nascido no Rio de Janeiro, em 24 de julho de 1918, o intelectual era professor emérito da Faculdade de Filosofia e Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo (USP) e ganhou vários prêmios importantes da literatura como o Jabuti, em duas edições, de 1965 e de 1993; o Juca Pato, em 2007; e o Machado de Assis, em 1993, além do Prêmio Internacional Alfonso Reyes.

Edição: Maria Claudia

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
O presidente da Russia, Vladimir Putin, durante Diálogo dos Líderes com o Conselho Empresarial do BRICS
Internacional

Rússia anuncia primeira vacina contra a covid-19

Produto foi aprovado pelo Ministério da Saúde. A Rússia espera agora poder iniciar a aplicação em massa, mesmo que estejam ocorrendo ainda testes clínicos para comprovar a segurança do produto.

Idosos moradores do Lar São José, em Sobradinho, no Distrito Federal, recebem presentes de Natal
Direitos Humanos

Covid-19: mais de 330 abrigos de idosos já receberam doações

As instituições que já receberam as doações representam 67% dos abrigos cadastrados na primeira etapa da Campanha Solidarize-se, ação promovida pelo Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos.

Parque Nacional da Tijuca
Geral

Ingresso ao Parque Nacional da Tijuca está 80% mais barato

O desconto tem por objetivo estimular o turismo local e diminuir, a curto prazo, os impactos negativos no equilíbrio econômico-financeiro dos contratos, causados pela pandemia da covid-19.

nascentes devem ser protegidas
Geral

Prazo para inscrições no Prêmio ANA 2020 termina no sábado

Inscrições devem ser feitas pelo site da premiação. Cada participante pode inscrever mais de uma iniciativa. Além disso, poderão ser apresentados trabalhos indicados por terceiros.

Premiê britânico, Boris Johnson, deixa residência oficial em Londres
Internacional

Boris Johnson teme que Reino Unido perca poder se Escócia se separar

Escócia depositou 55% dos votos contra a independência em um referendo de 2014, mas o Partido Nacional Escocês, que governa a nação, quer outro pleito.

Incendios florestais entre Miranda e Corumbá BR 262 e MS 184
Geral

Engajamento da população é vital para evitar incêndio na natureza

Coordenador ambiental diz que a educação tem que começar desde os primeiros anos das crianças, tanto em casa quanto nas escolas.