Morre no Rio bebê que foi baleado quando ainda estava na barriga da mãe

O bebê Arthur morreu exatamente um mês depois de ser atingido por um

Publicado em 30/07/2017 - 19:02 Por Cristina Indio do Brasil - Repórter da Agência Brasil - Rio de Janeiro

O bebê Arthur Cosme de Melo morreu hoje (30) no Hospital Estadual Adão Pereira Nunes, em Saracuruna, na Baixada Fluminense, exatamente um mês depois de ser atingido por um tiro ainda no útero da mãe, na Favela do Lixão, em Duque de Caxias, na mesma região.

Claudinéia dos Santos Melo, de 29 anos, estava com 39 semanas de gravidez e teve que ser submetida a uma cesariana de emergência no Hospital Municipal Dr. Moacyr do Carmo, em Duque de Caxias. O tiro atravessou o tórax do bebê, que teve o pulmão e a coluna atingidos, além de ferimentos em uma das orelhas. Como a unidade não tinha UTI neonatal, Arthur foi transferido em estado grave para o Hospital Estadual Adão Pereira Nunes.

Desde o internamento, estava sendo acompanhado por uma equipe médica que avaliava o risco de Arthur ficar paraplégico. Claudinéia dos Santos Melo, recebeu alta do Hospital Moacir do Carmo no dia 6.

A Secretaria de Estado de Saúde (SES) informou que a morte do menino ocorreu às 14h05 deste domingo, após apresentar, por volta das 5h30 da manhã, piora de seu quadro clínico, em decorrência de uma hemorragia digestiva intensa.

Ainda segundo a SES, a família de Arthur foi comunicada e recebeu na unidade, ainda pela manhã, todas as informações sobre o estado de saúde do bebê, que se agravou nas últimas horas. “Todos os procedimentos para reverter o quadro foram adotados, porém não houve resposta clínica do paciente”, contou o órgão, por meio de nota.

A família também se reuniu na unidade hospitalar com a chefia da UTI Neonatal e com a equipe médica. De acordo com a SES, o corpo do menino será encaminhado ao Instituto Médico-Legal, para procedimento padrão em casos de violência, caracterizado como vítima de perfuração por arma de fogo.

A secretaria, a direção e toda a equipe médica do Hospital Estadual Adão Pereira Nunes lamentaram a morte do bebê. A SES disse que segue à disposição dos pais e familiares da criança.


Fonte: Morre no Rio bebê que foi baleado quando ainda estava na barriga da mãe

Edição: Davi Oliveira

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Saúde

Prefeito de Duas Barras, no Rio, morre vítima da covid-19

Equipe médica relatou que o político estava em franca recuperação, mas apresentou febre na tarde de ontem. Embora tenha sido medicado, não resistiu.

piloto Félix da Costa - Fórmula E
Esportes

Campeão aprova bolha na Fórmula E, mas torce para que seja temporária

Félix da Costa garantiu o título mundial da categoria no último domingo (9). Na briga pelo segundo lugar está o brasileiro Lucas Di Grassi e o francês Jean-Eric Vergne.

Logotipo do Google é exibido dentro de um prédio de escritórios em Zurique, Suíça.
Internacional

Google transforma smartphones Android em sensores de terremotos

"Estamos no caminho certo para enviar alertas de terremotos onde quer que haja smartphones", disse Richard Allen, diretor do laboratório sismológico da Universidade da Califórnia em Berkeley.

A Polícia Federal e a Receita Federal
Geral

PF e MPF cumprem mandados contra fraudes no fundo de pensão Postalis

A Operação Rebate investiga lavagem de dinheiro e aquisição de joias, metais e pedras preciosas pagos com dinheiro em espécie, por valores superiores a R$ 45 milhões.

leito hospitalar
Saúde

Senai já entregou mais de 2 mil respiradores recuperados a hospitais

Balanço da instituição mostra que 2.007 equipamentos foram entregues a instituições de saúde em 336 municípios de 24 estados e no Distrito Federal.

 A Secretária Nacional da Juventude, Jayana Nicaretta, durante solenidade de Celebração do Dia Internacional da Juventude, no Palácio do Planalto.
Política

Jayana Nicaretta é exonerada da Secretaria Nacional da Juventude

Portaria com a exoneração de Jayana do cargo, a partir de 7 de agosto deste ano, está publicada no Diário Oficial da União desta terça-feira.