Casal é preso no Rio com munição de uso restrito

Publicado em 03/06/2018 - 17:23 Por Douglas Corrêa - Repórter da Agência Brasil - Rio de Janeiro

Agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreenderam nas últimas horas mais de mil munições de fuzil, de uso restrito, em uma abordagem na Rodovia Rio-Petrópolis (BR-040). A ação contou com apoio da Delegacia Especializada em Armas, Munições e Explosivos (Desarme) da Polícia Civil. Uma mulher, de 21 anos, e um homem, de 50, foram presos na ação.

O casal foi parado em uma blitz na descida da serra de Petrópolis, pista em direção ao Rio. A mulher não tinha documento. Durante a abordagem, o homem que dirigia o carro apresentou sinais de nervosismo, o que levou os agentes a realizarem uma revista minuciosa no veículo. A munição estava escondida embaixo do banco traseiro e dentro do painel frontal.

O motorista disse que veio de Brasília e receberia R$ 1,5 mil para entregar o carro no Complexo do Alemão, zona norte do Rio. Ele disse ainda que não tinha conhecimento sobre a munição escondida no carro. Com relação a passageira, o motorista informou que foi buscá-la em Petrópolis e, após entregar o carro, seguiriam para um hotel.

O casal foi preso e levado para a Cidade da Polícia, onde fica a sede da Desarme, e autuado em flagrante por transportar munição de uso restrito das forças de segurança. Depois de autuado o casal foi encaminhado a um presídio do estado, onde ficará à disposição da Justiça.  

 

 

Edição: Armando Cardoso

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Rio de Janeiro - O presidente da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro, Jorge Picciani, devolve para o governo estadual medidas que constavam no pacote de ajuste fiscal (Tânia Rêgo/Agência Brasil)
Geral

Velório de Picciani ocorre no salão principal da Alerj

Picciani morreu aos 66 anos, na madrugada de ontem, no hospital Vila Nova Star, em  São Paulo, onde estava internado desde o dia 8 de abril, para tratar de um câncer na bexiga