Evento do Ministério da Cultura espera atrair 30 mil visitantes em SP

Publicado em 23/07/2018 - 14:23 Por Fernanda Cruz - Repórter da Agência Brasil - Brasília

O Ministério da Cultura lançou hoje (23) o Mercado das Indústrias Criativas do Brasil (MincBR), evento para alavancar e internacionalizar o setor, com expectativa de atrair 30 mil pessoas vindas de diversos países. O evento está previsto para ocorrer de 5 a 10 de novembro em várias instituições culturais da Avenida Paulista, em São Paulo.

O ministro da Cultura, Sérgio Sá Leitão, disse que esta não será a única edição do MincBR, uma vez que o ministério espera que o evento “seja incorporado ao panorama da cultura e negócios culturais no nosso país”. O evento é aberto a empreendedores de audiovisual, artes cênicas, animação, jogos eletrônicos, design, moda, editoração, música, museus, artes visuais e gastronomia.

O público poderá circular pela Avenida Paulista, onde terá acesso às atividades. Alguns dos lugares previstos são a Casa das Rosas, o Serviço Social do Comércio (Sesc), o Instituto Moreira Salles, o Museu de Arte de São Paulo, a Livraria Cultura, o Japan House e a Caixa Bellas Artes. Durante a manhã de hoje (23), o ministro percorreu esse corredor cultural com representantes do Paraguai, Chile, Argentina, Colômbia, Equador, Peru e Uruguai.

A seleção de expositores será por meio de chamadas públicas, de modo a estimular a participação de empreendedores de fora do estado de São Paulo, que terão as despesas pagas pelos organizadores. Foram recebidas 260 inscrições e 180 serão selecionados. Um edital, no valor de R$ 3 milhões, foi lançado para selecionar uma organização da sociedade civil responsável por organizar o evento. O certame fica aberto por 30 dias e o resultado sai em setembro.

Internacionalização

Um dos objetivos do evento é reverter a balança comercial desfavorável para o país em cultura. Segundo Sá Leitão, embora o Brasil seja grande produtor cultural, e seus bens tenham grande aceitação no exterior, apenas 10% do audiovisual brasileiro, na balança comercial, é de exportação. “Temos que ampliar a participação dos bens brasileiros no mundo, porque isso se reverterá em PIB [Produto Interno Bruto], geração de emprego e desenvolvimento”, disse.

O evento, que terá parceira com a Agência Brasileira de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), tem previsão para, futuramente, ser sediado em outros países da América Latina. O presidente da Apex, Roberto Jaguaribe, avalia que o Brasil precisa investir melhor em eventos, cuja atuação brasileira seja forte, como alimentação e indústria cultural. Apenas durante o MincBR, são esperados 100 compradores internacionais de 30 nacionalidades.

Resultados

O Ministério da Cultura encomendou estudo à Fundação Getulio Vargas (FGV) para mensurar os resultados econômicos, que concluiu a possibilidade de R$ 39,7 milhões injetados na economia a partir do evento (R$ 28 milhões em impacto direto e R$ 11,7 milhões indiretos). O levantamento aponta que cada real investido será revertido em R$ 9,93 à sociedade.

Em tributos, o MincBR deve gerar R$ 4,6 milhões (R$ 2 milhões para o município, R$ 400 mil para o estado e R$ 2,1 milhões para os cofres federais). Devem ser criadas 850 vagas de trabalho, sendo n 460 diretas e 391 indiretas.

Edição: Fernando Fraga

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Edifício do Banco Central no Setor Bancário Norte
Economia

Mercado financeiro projeta queda de 5,62% na economia este ano

Segundo BC, para o próximo ano, a expectativa é de crescimento de 3,50%, a mesma previsão há 11 semanas consecutivas.

Uma mulher usando uma máscara passa pela sede do Banco Popular da China, o banco central, em Pequim, na China, quando o país é atingido por um surto do novo coronavírus, em 3 de fevereiro de 2020. REUTERS / Jason Lee
Internacional

Pequim impõe sanções contra 11 funcionários dos EUA em retaliação

Decisão é semelhante a uma medida retaliatória adotada por Pequim em meados de junho, quando baniu a entrada na China de membros do Congresso dos EUA e de um diplomata.

O presidente do Supremo Tribunal Federal, Dias Toffoli, durante reunião com o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia.
Política

Presidente do STF é internado em Brasília

Segundo nota divulgada ontem pela assessoria de imprensa do Supremo, o ministro testou negativo para covid-19 e despachará normalmente durante a internação.

Manifestantes carregam bandeiras nacionais durante um protesto contra o governo no centro de Beirute, Líbano, em 20 de outubro de 2019
Internacional

Procuradoria-Geral do Líbano ouve responsáveis pela segurança

O presidente libanês, Michel Aoun, considerou "o pedido de investigação internacional sobre o caso do porto uma perda de tempo" acrescentando que o Poder Judiciário do país deve ser rápido 

Geral

Deslizamento na Mangueira: 22 casas são interditadas

De acordo com a Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos, as 17 famílias afetadas pela nova interdição retiraram os pertences do local ontem e foram para casas de parentes.

Britain's Prime Minister Boris Johnson to return to work on Monday
Internacional

Premiê britânico diz que escolas precisam reabrir em setembro

“Manter nossas escolas fechadas por mais um momento do que o absolutamente necessário é socialmente intolerável, economicamente insustentável e moralmente indefensável”, afirmou Johnson.