Reitor da UFRJ defende linha de crédito para manutenção de museus

Publicado em 03/09/2018 - 14:02 Por Jessica Antunes* - Rio de Janeiro

O reitor da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Roberto Leher, disse hoje (3) que é preciso ter uma linha de crédito especifica para a manutenção de prédios tombados e museus do país.

“Sem dinheiro, obviamente, todo o patrimônio público de museus, os nossos laboratórios de pesquisa, todos correm risco. Temos conversado isso com o Ministério da Educação, também tratamos desse tema com o Ministério da Cultura, mas infelizmente não conseguimos linhas de financiamento pelos próprios ministérios.”

O reitor esteve ontem (2) à noite acompanhando os trabalhos dos bombeiros para controlar o incêndio que atingiu o Museu Nacional, que é administrado pela UFRJ. Hoje pela manhã, lembrou-se do convênio assinado com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), no último dia 6 de junho, mas que ainda não teve a verba liberada.

Rio de Janeiro - Reitor da UFRJ, Roberto Leher, durante inauguração de complexo esportivo no campus da Ilha do Fundão  (Tomaz Silva/Agência Brasil)
Reitor da UFRJ, Roberto Leher - Tomaz Silva/Arquivo/Agência Brasil

“Em 2015, nós começamos a construir junto com o BNDES um projeto de recuperação, com vista aos 200 anos do museu. A linha de financiamento que nós teríamos para fazer uma modernização no combate a incêndio seria feita com recurso do BNDES. O projeto foi aprovado e, infelizmente, não foi possível fazer a liberação dos recursos para impedir esse momento trágico, brutal e o que é pior: que está no radar e cenário das restrições de cultura, e prédios tombados em nosso país. O projeto foi aprovado recentemente, nos últimos meses, e nós estamos esperando a liberação das verbas.”

Segundo ele, o próximo passo é conseguir a liberação do terreno anexo para alocar setores administrativos e de pesquisa. "Nós temos programas de pós-graduação, grupos de pesquisa. Neste museu, nós temos a memória de povos indígenas, de idiomas indígenas, temos patrimônio da biodiversidade e todo esse patrimônio terá que ser reconstruído”, disse o reitor.

O prefeito do Rio, Marcelo Crivella, disse que a destruição do acervo histórico do museu, criado por Dom João VI em 1818 e que serviu como palácio imperial, era uma perda lamentável. “É um momento de luto, uma perda inestimável de um acervo que é parte da memória do Brasil e do mundo. Perdemos aqui uma parte importante do mobiliário e dos símbolos da nossa Coroa, do Primeiro Império. Não vamos permitir que isso permaneça em escombros. Vamos unir forças com o governo federal e o governo estadual para reconstruir o museu”, afirmou.

*Estagiária sob a supervisão de Mario Toledo

Edição: Juliana Andrade

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Bola, campeonato brasileiro
Esportes

Treze avança e garante clássico de Campina Grande na final paraibana

Galo da Borborema vence Botafogo no tempo normal e nas penalidades, e se garante na grande final da competição.

chape criciuma
Esportes

Chapecoense e Brusque se classificam para final do Catarinense

Verdão superou Criciúma na disputa de pênaltis, enquanto Quadricolor passou por Juventus com empate sem gols.

bahia x alagoinhas
Esportes

Baiano: Alagoinhas segura empate com Bahia no primeiro jogo da final

Desta forma, futuro campeão do estadual permanece totalmente indefinido. E tudo será decidido apenas no próximo sábado.

santa cruz x salgueiro
Esportes

Salgueiro faz história, bate Santa Cruz e leva título pernambucano

Pela primeira vez desde sua primeira edição, em 1915, o Campeonato Pernambucano tem um campeão de fora da capital Recife, o Carcará.

BELO HORIZONTE / MINAS GERAIS / BRASIL 05.08.2020 jogo entre América x Atlético no Estádio Independência pelo Campeonato Mineiro 2020 - Fotos: Bruno Cantini / Agência Galo / Atlético
Esportes

Mineiro: Atlético derrota América e está na final

Réver, Marrony e Savarino marcam no triunfo de 3 a 0. Tombense é o adversário do Galo na grande decisão.

O jogador Patrick de Paula, da SE Palmeiras, disputa bola com o jogador Ederson, da SC Corinthians P, durante partida válida pela final, ida, do Campeonato Paulista, Série A1, na Arena Corinthians. (Foto: Cesar Greco)
Esportes

Corinthians e Palmeiras abrem final do Paulista com empate sem gols

Timão teve as melhores chances, mas parou em defesas de Weverton. Decisão fica aberta para partida de volta, no sábado (8), às 16h30 (horário de Brasília).