Polícia Federal deflagra operação contra garimpo ilegal no Amapá

Publicado em 01/10/2018 - 11:16 Por Aécio Amado - Repórter da Agência Brasil - Brasília

A Polícia Federal (PF) desmontou hoje (1º) uma organização criminosa que atuava na extração ilegal de recursos minerais no município de Tartarugalzinho, no Amapá. A Operação Falsino foi deflagrada a partir de denúncia de atividade irregular no garimpo Falsino.

Segundo a PF, foi apurado que o garimpo extraia o minério tantalita fora da área autorizada pelos órgãos competentes. A tantalita tem em sua composição nióbio e tântalo, muito usados na indústria eletrônica por causa de sua resistência ao calor.

Os policiais verificaram em uma área de desmatamento ilegal, trabalhadores em condição análoga a de escravo e extração ilegal de ouro.

“Com base em laudo pericial, foi sequestrado em desfavor de empresa que agia como receptora do minério ilegal extraído, um montante de mais de R$ 3 milhões para recuperação da área degradada”, diz  nota da Polícia Federal.

Mais de 20 policiais federais participaram da operação. Eles cumpriram três mandados de prisão temporária e dois de busca e apreensão em Macapá e no local do garimpo.

A Justiça determinou ainda a destruição do maquinário fora da área autorizada.

Edição: Kleber Sampaio

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias