Governador do ES decreta luto oficial após morte de Gerson Camata

Publicado em 26/12/2018 - 20:50 Por Pedro Rafael Vilela - Repórter da Agência Brasil - Brasília

O governador do Espírito Santo, Paulo Hartung, decretou luto oficial de sete dias no estado em homenagem ao ex-governador Gerson Camata, que foi morto a tiros na tarde desta quarta-feira (26), em Vitória. O autor do crime foi Marco Venício Moreira Andrade, de 66 anos. Ele foi assessor de Camata por cerca de 20 anos e era processado pelo ex-governador.  

"Recebi com muita tristeza a notícia da morte de um amigo, nosso querido ex-governador Gerson Camata. Gerson foi o primeiro governador eleito no nosso estado no período da redemocratização do país. Fez um governo realizador e que entrou para a história dos capixabas", escreveu em nota. O governador disse ainda que suspendeu todas as suas agendas de trabalho para "acompanhar de perto" a apuração do crime. "Estou colocando o Palácio Anchieta à disposição da família Camata para que o funeral seja realizado na sede oficial do governo".

O governador eleito do Espírito Santo, Renato Casagrande (PSB), que assume o comando do estado na próxima semana, também manifestou seu pesar pela morte de Gerson Camata. Pelo Twitter, ele se disse "consternado" com o crime e elogiou a trajetória do ex-governador.    

"Consternado com o brutal assassinato do ex-governador Gerson Camata.  Lamentável que um homem como ele, que tanto contribuiu para o desenvolvimento do nosso Estado, tenha perdido a vida de forma tão trágica", escreveu. 

Edição: Fábio Massalli

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias