Copa América 2019 terá reconhecimento facial nos estádios

Campeonato será realizado no Brasil de 14 de junho a 7 de julho

Publicado em 25/04/2019 - 17:44 Por Douglas Corrêa - Repórter da Agência Brasil - Rio de Janeiro

A Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) anunciou hoje (25) que vai utilizar o sistema de reconhecimento facial para identificação de torcedores nos seis estádios onde serão disputadas as partidas da Copa América Brasil 2019. A novidade foi anunciada hoje (25) na abertura do Seminário Geral de Proteção e Segurança, no teatro do Sesc/Senac, na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio, organizado pelo Comitê Organizador Local.

De acordo com o gerente de Segurança do Comitê Organizador Local da Conmebol, Hilário Medeiros, esse será o primeiro evento no Brasil a trabalhar com o reconhecimento facial. "Vamos deixar um banco de dados que será abastecido com informações de todo o mundo. Trabalhamos em parceria com os órgãos de segurança pública e a Interpol [organização internacional que ajuda na cooperação de polícias de diferentes países] para impedir que um indivíduo indesejado, que já tenha ou possa vir a causar distúrbios, entre nos estádios e perturbe o torcedor”, explicou.

Medeiros disse que, além da utilização do sistema de reconhecimento facial para coibir a presença de vândalos ou pessoas foragidas da Justiça nos estádios, um efetivo de 10 mil agentes de segurança privada será contratado pelo Comitê Organizador Local para o policiamento dentro dos estádios.

O planejamento de segurança da Copa América Brasil 2019 foi desenhado em parceria com a Secretaria de Operações Integradas (Seopi), responsável pela articulação entre o os organizadores e os órgãos de segurança pública e agências reguladoras: Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros, Defesa Civil, Guarda Municipal, Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e Agência Nacional de Aviação Civil (Anac).

Segundo o coordenador geral de Operações Integradas do Ministério da Justiça e Segurança Pública, coronel Antônio Edgard Santos de Jesus, o trabalho foi feito em parceria com o Comitê Organizador Local. "Outro trabalho é o de identificar alguns fatores que podem representar risco para a operação, fazemos o monitoramento deles e já montamos uma ação de resposta”, avaliou.

No discurso de abertura do seminário, o diretor de Operações do Comitê Organizador Local, Agberto Guimarães, destacou a excelência do país na promoção de grandes eventos. “Fazer um evento desta natureza, como é a Conmebol Copa América, após 30 anos, faz bem para o país porque voltamos a ser janela para o mundo. O Brasil organizou uma série de eventos recentemente, como a Copa do Mundo e os Jogos Olímpicos e Paralímpicos, e nada, do ponto de vista da segurança, manchou qualquer um desses eventos”.

A Copa América será realizada no Brasil de 14 de junho a 7 de julho.  

Edição: Lílian Beraldo

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
O ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, fala à imprensa , após reunião com o presidente Jair Bolsonaro no Palácio da Alvorada
Justiça

Defesa de Onyx assina acordo de não persecução penal com a PGR

Apesar do acordo fechado com a PGR, é necessário que o caso seja analisado pelo Supremo Tribunal Federal. Ministro-relator vai decidir se homologa acordo.

Hospital de campanha para vítima de Covid-19 em Santo André, São Paulo
Saúde

Covid-19: Brasil registra mais 561 mortes; total chega a 94.665

Doença atingiu 2,75 milhões de brasileiros; 69,5% já se recuperaram. Atualmente, 743.334 pacientes estão em acompanhamento.

Painel Resolveu
Geral

EBC fica em primeiro no ranking de elogios entre instituições federais

De 1º de janeiro a 31 de julho, a administração federal recebeu 4.656 elogios de usuários de 333 instituições; EBC recebeu 417 elogios, e Ministério da Economia, 375.

Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social - BNDES
Economia

BNDES seleciona fundos de crédito não bancário para pequenas empresas

Com isso, BNDES busca mitigar impactos da pandemia de covid-19 na economia e, por meio de canais não bancários, ampliar crédito para pequenos empreendedores.

Dolar-Moeda estrangeira
Economia

Dólar ultrapassa R$ 5,30 e fecha no maior valor em duas semanas

Nos Estados Unidos, alta da indústria e impasse em negociações de novo pacote de estímulos pressionaram cotação. No Brasil, mercado aguarda reunião do Copom.

Praça de São Marcos - Itália
Internacional

Coronavírus pode ter contaminado seis vezes mais na Itália

Pesquisa mostra que quase 1,5 milhão de pessoas, ou 2,5% da população, desenvolveram anticorpos contra o coronavírus, um dado seis vezes maior que os números oficiais reportados.