Universitários disputam fase latino-americana de prova sobre petróleo

Publicado em 25/05/2019 - 19:20 Por Alana Gandra - Repórter da Agência Brasil - Rio de Janeiro

Estudantes do curso de Engenharia de Petróleo da Escola Politécnica da Universidade Federal do Rio de Janeiro (Poli-UFRJ) viajaram no último dia 23 para a Bolívia, onde estão disputando hoje (25) a edição anual do Petrobowl Regional Qualifiers com representantes de universidades da América do Sul e Caribe. O ganhador representará o seu país na etapa mundial da competição, em setembro, no Canadá, que reunirá universidades de todos os continentes.
 
A equipe PetroTeam UFRJ conquistou o título brasileiro e tenta, em Santa Cruz de La Sierra, o quarto título da etapa regional do Petrobowl. O retorno ao Brasil está programado para segunda-feira (27). O Petrobowl é organizado pela Society of Petroleum Engineers (SPE).
 
O time é composto pelos alunos Adilson Vieira de Souza, Elton Lima Correia, Matheus Marins Gonzaga, Velemu Davida Lubisse e Marco Túlio Portella, sob a coordenação do professor e técnico, Santiago Drexler. Velemu Lubisse e Marco Túlio participaram da equipe que venceu as disputas nacional e latino-americana, no ano passado.

De duas em duas

Matheus Gonzaga explicou que os alunos estudam os assuntos abordados normalmente na competição.

"Tem um banco de dados com questões que caem. A gente também procura as fontes para poder se preparar. Na hora do jogo, as equipes competem entre si, de duas em duas, para ver quem responde mais rápido as perguntas. A equipe que responder certo tem direito a responder outra pergunta mais elaborada", disse. Cerca de 16 times disputam a etapa regional, na Bolívia.
 
Matheus informou que, na edição deste ano, o Brasil é representado também por equipes da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) e da Universidade Federal Fluminense (UFF), que se classificaram na fase nacional. A UFRJ já tinha vaga garantida desde 2018, porque foi a vencedora da competição regional. Nessa fase latino-americana, elas concorrem a troféu e  premiação em dinheiro.
 
Na fase nacional, a turma de jogadores da Poli-UFRJ ganhou R$ 5 mil. Já na etapa mundial, a premiação em dinheiro pode repetir o valor concedido aos ganhadores em 2016: US$ 10 mil. "Depende do patrocinador", observou Matheus Gonzaga.

Responsabilidade

Velemu Lubisse, integrante da equipe vencedora das fases nacional e regional em 2018, espera aproveitar sua experiência para ganhar de novo a competição. "Agora, na segunda vez, é mais uma questão de responsabilidade. Eu e Marco Túlio estamos no time há mais tempo. Então, a gente tem mais experiência e a responsabilidade acaba ficando um pouco mais nos nossos ombros. A gente quer transmitir essa experiência para os mais novos também".
 
O coordenador do PetroTeam da Poli-UFRJ, Santiago Drexler, disse à Agência Brasil que a equipe está muito bem preparada. "Estão bem, estudaram muito. Além disso, tem uma pressão. Já tem três anos que a gente ganha a regional. É um motivo para ser favorito ali".
 
Ele reiterou que se trata de um campeonato de perguntas e respostas. Cada time participante tem um botão que procura apertar mais rápido que o outro.

"Quem apertar primeiro responde e, respondendo certo, ganha ponto" disse. São sempre duas universidades que se enfrentam. Elas vão vencendo fases até a final.

Edição: Kleber Sampaio

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Medicamentos
Geral

Polícia apreende R$ 1 milhão em medicamentos desviados da rede pública

Foram apreendidas cerca de 800 caixas de remédio, muitos vencidos. Os agentes prenderam um homem acusado de integrar a quadrilha especializada neste tipo de crime.

 

Testes para detecção do Covid-19
Saúde

Covid-19: Brasil tem 104 mil mortes e 3,16 milhões de casos acumulados

Boletim do Ministério da Saúde revela que 2.309.477 pessoas se recuperaram da covid-19 desde o começo da pandemia. 

psg neymar
Esportes

PSG vence Atalanta no fim e vai à semifinal da Liga dos Campeões

Brasileiro Neymar tem atuação decisiva, participando diretamente dos dois gols da equipe da capital francesa.

Geral

PF fecha dois bingos clandestinos no centro do Rio de Janeiro

Em um dos endereços, localizado na zona portuária, foram apreendidas 30 máquinas caça níqueis. Em outro local, na Cinelândia, foram apreendidas outras 24 máquinas.

O presidente Jair Bolsonaro faz  declaração à imprensa na área externa do Palácio da Alvorada
Política

Bolsonaro, Maia e Alcolumbre defendem teto de gastos em pronunciamento

"Resolvemos, então, com essa reunião, direcionar mais ainda nossas forças para o bem comum daquilo que todos nós defendemos", disse o presidente Jair Bolsonaro.

Governo do DF suspende aulas para evitar ampliação de casos do novo corona vírus.
Justiça

Justiça mantém suspensão de aulas presenciais na rede privada do DF

Com a decisão, o retorno continua proibido até o julgamento de uma ação civil pública que está em tramitação na 6ª Vara do Trabalho de Brasília. As aulas estão suspensas desde 11 de março.