Retrospectiva 2019 - Relembre os principais fatos de junho

Publicado em 25/12/2019 - 06:00 Por Liliane Farias - Brasília

Em junho, o Supremo Tribunal Federal decidiu criminalizar a homofobia como forma de racismo. O Congresso promulgou a Emenda Constitucional do Orçamento Impositivo.

O juiz Bruno Savino, da 3ª Vara da Justiça Federal em Juiz de Fora (MG), absolveu Adélio Bispo de Oliveira, autor do ataque a faca contra o então candidato à Presidência da República Jair Bolsonaro durante a campanha eleitoral do ano passado. A decisão foi proferida após o processo criminal que considerou Adélio inimputável por transtorno mental. 

O celular do ministro da Justiça Sergio Moro sofreu tentativa de invasão. A Polícia Federal investigou o crime e descobriu que outras autoridades também tiveram o celular hackeado.

Internet das Coisas

O termo “Internet das Coisas” (IdC, ou IoT na sigla em inglês) vem sendo adotado nos últimos anos para designar um ecossistema em que não apenas pessoas estão conectadas por meios de seus computadores e smartphones, mas também dispositivos estão interligados entre si, com usuários e com sistemas complexos de coleta, processamento de dados e aplicações de diversos tipos. O governo brasileiro anunciou Plano Nacional de Internet das Coisas.

Leia mais

Protestos em Hong Kong

Milhares de pessoas ocupam as ruas na região central de Hong Kong para protestar contra um projeto de lei que permite que suspeitos de crimes sejam extraditados para a China continental. Os organizadores afirmaram que houve a participação de mais de 1 milhão de pessoas. O protesto deixou muitos feridos após confrontos entre alguns manifestantes e a polícia.
Leia mais

Brexit

A primeira-ministra britânica Theresa May renunciou ao cargo depois que o Parlamento rejeitou repetidamente o acordo de retirada da União Europeia (UE) que ela acertou com o bloco europeu.

Leia mais

Copa do Mundo de Futebol Feminino

França sediu a Copa Feminina 2019. Ao todo 24 equipes disputaram a taça.  As francesas eliminaram a seleção brasileira nas oitavas de final. Mas deu tempo de a atacante brasileira Marta entrar para história. A camisa 10 do Brasil se tornou a maior goleadora na história das Copas do Mundo, superando o atacante alemão, Miroslav Klose. Marta agora soma 17 gols contra 16 do alemão. Os Estados Unidos venceram a Holanda na final. Com a vitória, as americanas se tornaram tetracampeãs.

Leia mais

Copa América

Brasil sediou a Copa América 2019. Ao todo 12 equipes disputaram a taça, sendo Japão e Catar as únicas seleções que não são sul-americanas. Brasil venceu 5 jogos sem Neymar. O atacante se contundiu no amistoso que antecedeu a competição. Na primeira fase, o Brasil venceu a Bolívia, empatou com a Venezuela e goleou o Peru. Nas quartas de final eliminou o Paraguai nos penaltis. Ganhou da Argentina na semi-final. E conquistou o 9º título da Copa América ao vencer o Peru por 3 a 1 na final. O jogador Daniel Alves levou o prêmio Bola de Ouro, Everton (Cebolinha) ficou com o prêmio Chuteira de Ouro, e o goleiro Alisson, Luva de Ouro.

Leia mais

Obituário 

O cantor Sergio Augusto Bustamente, Serguei, morreu aos 85 anos. Ele sofria de Alzheimer e estava internado Hospital Regional do Médio Paraíba Doutora Zilda Arns Neumann, em Volta Redonda (RJ). A causa da morte não foi divulgada. Entre as façanhas contadas pelo artista, consta que assistiu ao lendário festival de rock em Woodstock, nos Estados Unidos, nos anos 1960.

Clóvis Rossi, jornalista da Folha de S. Paulo, morreu em São Paulo, aos 76 anos. Clóvis foi ganhador de vários prêmios jornalísticos e autor dos livros Enviado Especial: 25 Anos ao Redor do Mundo e O Que é Jornalismo. Ele estava em casa, onde se recuperava de infarto sofrido há uma semana.

O cineasta italiano Franco Zeffirelli morreu aos 96 anos, em Roma. Zeffirelli se tornou conhecido por suas visões românticas no cinema, opulentas produções de ópera e adaptações de peças de Shakespeare no teatro.

O maestro Silvio Baccarelli morreu aos 88 anos. Ele era responsável pela idealização de projetos de formação musical e inclusão social que fazem parte do Instituto Baccarelli, em Heliópolis (SP).

O jogador de futebol Thales Lima da Conceição, de 25 anos, morreu vítima de um acidente de trânsito, no Rio de Janeiro. Thalles era jogador do Vasco, mas estava emprestado para a Ponte Preta, de São Paulo.

Leia mais

Edição: Narjara Carvalho

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Voltar ao topo da página