Grupo é detido após manifestação contra o reajuste nas tarifas em SP

Manifestantes invadiram estação do metrô e danificaram as dependências

Publicado em 08/01/2020 - 11:28 Por Ludmilla Souza - Repórter da Agência Brasil - São Paulo

Um grupo de 29 pessoas foi detido na noite de ontem (7) após manifestação contra o reajuste nas tarifas do transporte público, em São Paulo.

Segundo a Polícia Militar de São Paulo, já na dispersão do ato, um grupo de manifestantes invadiu a estação Trianon Masp do Metrô e danificou as dependências.

“Os policiais se posicionaram à frente do acesso e contiveram os manifestantes, que passaram a lançar tintas e objetos contra os agentes. Um major da PM foi ferido por um estilhaço de vidro, sendo socorrido ao Hospital das Clínicas. Após orientação dos PMs, os manifestantes foram conduzidos para a área externa da estação. Um grupo de 29 manifestantes foi detido e encaminhado ao 78º DP (Jardins), onde foi registrado um Termo Circunstanciado de dano, desacato e lesão corporal. Com os detidos, foi apreendida uma mochila contendo dez coquetéis molotov”, informou em nota a Secretaria de Segurança Pública.

Após a assinatura do Termo Circunstanciado, os detidos foram liberados.

No primeiro dia do ano, a tarifa básica de ônibus, metrô e trens da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) passou de R$ 4,30 para R$ 4,40. Diariamente, 8,3 milhões de passageiros são transportados nas 13 linhas disponíveis no Metrô e na CPTM e 8,8 milhões nos ônibus que circulam na capital.

Edição: Fernando Fraga

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Voltar ao topo da página