Anhembi terá na noite de hoje desfile das escolas do Grupo de Acesso

Oito escolas estarão competindo por vagas no grupo principal em 2021

Publicado em 23/02/2020 - 09:10 Por Letycia Bond - Repórter da Agência Brasil - São Paulo

Mais foliões devem comparecer, na noite de hoje (23), ao sambódromo do Anhembi, para assistir aos primeiros desfiles das escolas de samba do Grupo de Acesso, considerado a segunda divisão do carnaval de São Paulo. Das oito agremiações que se apresentarão, duas sairão vitoriosas como primeira e segunda colocadas, tendo direito a participar do desfile das campeãs, no próximo sábado (29). Com seu estandarte vermelho, branco e preto, a Independente Tricolor entrará na passarela com uma mensagem sobre sonhos, fé e ideais. A leitura feita pela escola em torno do tema pode ser conferida a partir das 21h.

Aberta a passagem no sambódromo, a licença é concedida, uma hora depois, à Estrela do Terceiro Milênio. A agremiação se apresenta com um samba-enredo que presta homenagem aos artistas de Parintins, no Amazonas. O município é um dos principais polos culturais do norte do país, tendo ganho fama por sediar festas do Boi Bumbá e ser reconhecido como Patrimônio Cultural do Brasil, pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan). O desfile da Estrela do Terceiro Milênio é sucedido pelo da Nenê de Vila Matilde, uma das mais tradicionais do carnaval de São Paulo. Fundada em 1949, a escola resgata, este ano, a história da cerveja.

À meia-noite, a vez é da Leandro de Itaquera, que desfila com representações da ancestralidade africana. A agremiação surgiu em 1982, em um contexto curioso e incomum. Na festa de aniversário, Karin Darling pediu ao pai que a presenteasse com uma escola de samba. Leandro Alves Martins atendeu ao pedido da filha e hoje os dois são, respectivamente, presidente e vice-presidente da agremiação.

À 1h da madrugada, começa a segunda metade dos desfiles programados para o dia, com a entrada da Mocidade Unida da Mooca no sambódromo. Nesta edição, a escola saúda o ativismo de um dos maiores líderes brasileiros na luta contra o racismo, Abdias do Nascimento, falecido em maio de 2011. Dramaturgo, escritor e pintor, ele assinou importantes obras sobre a temática, como Sortilégio, Dramas para Negros e Prólogo para Brancos e O Negro Revoltado. Sua contribuição, porém, não parou por aí, já que também defendeu os direitos de afrodescendentes nos Poderes Executivo e Legislativo.

Na sequência, a Acadêmicos do Tucuruvi toma conta da avenida, com uma homenagem ao multiartista Chico Anysio. Nascido em Maranguape, região metropolitana de Fortaleza, ele ficou mais conhecido por sua atuação na televisão, recebendo a alcunha de Mestre do Humor. Apesar disso, fez carreira no cinema e no rádio e também escreveu contos e compôs músicas, uma delas com o cantor Wando e outra com Wilson Simonal.

A reta final dos desfiles vai se aproximando, às 3h, com o retrato de mais uma personalidade: Carlinhos Brown. A Camisa Verde e Branco coloca em evidência a trajetória do músico, que fundou o grupo Timbalada, na década de 1980, e conquistou projeção nacional e internacional, com a composição de canções interpretadas por ícones brasileiros, como Maria Bethânia, Gal Costa e Caetano Veloso. No total, o artista lançou 15 álbuns e, atualmente, divide sua atenção com outros projetos, centrados em ação social e artes visuais.

A noite se encerra com chave de ouro, em um desfile da Vai-Vai que comemora seus 90 anos de existência. A escola surgiu organizada por um grupo de "penetras" das rodas de samba do bairro Bixiga, chamadas, à época, de Cai-Cai. O nome da Vai-Vai é uma referência ao gesto de afastar alguém indesejado com a expressão "vai, vai". Hoje, é uma das agremiações mais populares de São Paulo.

Confira, abaixo, a lista das escolas que desfilarão hoje (23) e seus respectivos sambas-enredos:

21h – Independente Tricolor, com “Utopia — É Preciso Acreditar”

22h – Estrela do Terceiro Milênio, com “No Coração da Floresta Nascem Estrelas Que Brilham no Meu Carnaval”

23h – Nenê de Vila Matilde, com “O Presente da Deusa e o Brinde da Águia”

00h – Leandro de Itaquera, com “Das Savanas Africanas às Savanas de Itaquera… – Sou África! Berço do Mundo. Leões de uma Força Abençoada!”

1h – Mocidade Unida da Mooca, com “A Ópera Negra de Abdias do Nascimento”

2h – Acadêmicos do Tucuruvi, com “Faces de Anysio, o Eterno Chico. Sorrir É... E Sempre Será o Melhor Remédio”

3h – Camisa Verde e Branco, com “Ajayô: Carlinhos Brown, candomblés, tambores e batuques ancestrais”

4h – Vai-Vai, com “Vai-Vai de Corpo & Álamo”

Edição: Aécio Amado

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias