Metroviários aceitam proposta e greve em São Paulo é cancelada

Decisão foi tomada em assembleia emergencial na madrugada

Publicado em 28/07/2020 - 07:21 Por Fernanda Cruz - Repórter da Agência Brasil - São Paulo

A greve do metrô em São Paulo, anunciada para hoje (28), foi cancelada durante a madrugada, pois a categoria aceitou, em assembleia emergencial, a proposta de última hora feita pelo Ministério Público do Trabalho. Ontem (27) à noite, os metroviários paulistas chegaram a decidir pela paralisação por tempo indeterminado, em protesto contra o corte de salários e de direitos. Apesar da suspensão da greve, muitas estações do metrô amanheceram fechadas no início do dia de hoje, causando aglomeração de passageiros.

Segundo a proposta, aceita posteriormente pelo governo do estado, além da suspensão no corte de salários, foi garantida a renovação de todas as cláusulas do acordo coletivo, como pagamento do adicional noturno, da gratificação por tempo de serviço, adicional normativo de férias e adicional de horas extras.

Rodízio suspenso

A prefeitura de São Paulo anunciou que o rodízio municipal de veículos continua suspenso nesta terça-feira, assim como a Zona Azul (estacionamento rotativo pago), durante todo o dia. 

A São Paulo Transporte (SPTrans) informou que linhas municipais foram reforçadas em todas as ligações do metrô. Será reforçada a Linha 4310 Itaquera - Terminal Parque Dom Pedro II, que faz a conexão no eixo da Linha 3-Vermelha ao sistema metroviário.

Ouça na Radioagência Nacional:

Edição: Graça Adjuto

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias