Polícia cumpre mandados em instalações de concessionária no Amapá

Iniciativa faz parte da segunda fase da chamada Operação Apagão

Publicado em 11/11/2020 - 16:59 Por Alex Rodrigues - Repórter da Agência Brasil - Brasília 

Policiais civis do Amapá apreenderam documentos nas instalações da empresa Linhas de Macapá Transmissora de Energia (LMTE), concessionária do serviço energético no Amapá. Além de cumprir os mandados judicais de busca e apreensão, os agentes também realizaram perícias na subestação onde um incêndio destruiu um transformador, desencadeando uma série de problemas que deixaram 13 das 16 cidades amapaenses sem energia elétrica.

A ação policial foi deflagrada ontem (10), mas só veio a público na tarde de hoje (11). Em nota, a Polícia Civil explicou que a iniciativa faz parte da segunda fase da chamada Operação Apagão, deflagrada no dia 9. Funcionários da empresa foram intimados a depor, mas a Polícia Civil não divulgou detalhes a este respeito.

A outra frente de ação ocorre diariamente, com o objetivo de fiscalizar estabelecimentos comerciais e coibir o aumento abusivo de preços. Segundo o Instituto de Defesa do Consumidor do Amapá (Procon-AP), que também vem atuando contra a alta dos preços e irregularidades, alguns comerciantes foram flagrados vendendo produtos como água, gelo, velas e pão por preços muito acima dos cobrados antes do problema que, hoje, completa uma semana. Outro problema é a comercialização de produtos impróprios ao consumo humano – geralmente, por estarem com data vencida ou por terem estragado devido às faltas de condição de armazenamento. 

Uma coletiva de imprensa ocorre esta tarde, em Macapá, para detalhar as ações já realizadas e fornecer mais informações sobre a operação.

Consultada, a LMTE informou, por meio de sua assessoria, que “está colaborando com as autoridades e está totalmente focada na retomada de 100% da energia no estado”.

Edição: Fábio Massalli

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias