PF investiga desvios de verba em obras no interior do Paraná

Suspeita é que entre R$ 3 e R$ 4 milhões tenham sido desviados

Publicado em 03/12/2020 - 09:23 Por Karine Melo - Repórter Agência Brasil - Brasília

A investigação de desvios de recursos públicos da União em obras da Prefeitura de Pinhalão, no Paraná, é o objetivo da Operação Café Expresso da Polícia Federal (PF), nesta quinta-feira (3). No período de 2010 a 2015 foram analisados seis projetos de obras no município, nos quais foram aplicados R$ 13 milhões de verba federal. A suspeita é que entre R$ 3 e R$ 4 milhões tenham sido desviados.

Na ação de hoje cerca de 75 policiais federais cumprem 27 mandados judiciais: quatro de prisão temporária e 23 mandados de busca e apreensão nas cidades de Pinhalão, Joaquim Távora, Pinhais, Tomazina e Umuarama no Paraná, Garça em São Paulo e Varginha em Minas Gerais. As ordens judiciais foram expedidas pela 9ª Vara Federal de Curitiba (PR). Os agentes buscam colher mais evidências dos crimes de fraudes à licitação, peculato, corrupção passiva e ativa, lavagem de dinheiro e organização criminosa.

Segundo a PF, o nome Café Expresso é uma alusão à principal atividade econômica da região em que se situa a cidade onde ocorreram os crimes investigados.

Edição: Valéria Aguiar

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias