Perícia de acidente em barragem no Ceará começará em 20 dias

Governo contratará empresa para investigar rompimento de tubulação

Publicado em 09/02/2021 - 21:11 Por Marcelo Brandão - Repórter da Agência Brasil - Brasília

Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) informou hoje (9), em nota, que a análise das causas do acidente ocorrido ontem na Barragem de Atalho, em Brejo Santo (CE), começará em cerca de 20 dias. A expectativa do ministério é ter respostas sobre o ocorrido após 60 dias de investigação. Uma empresa será contratada pelo ministério para realizar perícia e detectar as causas do acidente.

O rompimento de uma tubulação do reservatório da barragem provocou a morte de três homens. Mizael Brasil dos Santos, Heyder Pereira da Silva e Nivaldo Bueno de Camargo trabalhavam nos testes operacionais da tomada d'água do reservatório quando foram surpreendidos pelo rompimento da tubulação. Segundo o MDR, “todo o apoio está sendo oferecido aos familiares”.

A pasta informou ainda que não há vazamentos na estrutura e o bombeamento só foi interrompido preventivamente e que a população que vive nas proximidades da estrutura está segura, não corre riscos. Além disso, o atendimento ao Cinturão de Águas do Ceará (CAC) não será comprometido. O CAC é um conjunto de obras hídricas que permitem distribuição de água para várias regiões do estado.

Edição: Aline Leal

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias