Plano de Política sobre Drogas ficará em consulta pública

Plano terá medidas para reduzir oferta e demanda por drogas em 5 anos

Publicado em 04/08/2021 - 15:28 Por Antônio Claret Guerra - Repórter da Agência Brasil - Belo Horizinte

A minuta do Plano Nacional de Políticas sobre Drogas (Planad) ficará disponível para consulta pública durante 30 dias, após publicação na plataforma edemocracia.gov.br. A minuta foi aprovada durante a 2ª Reunião Extraordinária do Conselho Nacional de Políticas sobre Drogas (Conad), realizada nessa terça-feira (3).

Depois da consolidação das informações e atualização do documento, uma nova versão será submetida ao Conad.

A minuta foi elaborada a partir de um diagnóstico envolvendo 60 profissionais de diversos órgãos, com análises estatísticas, indicadores de consumo de drogas, álcool, tabaco e medicamentos controlados. O plano direcionará políticas públicas na área de redução da demanda e da oferta de drogas no país nos próximos cinco anos.

Alerta sobre novas drogas

Durante a reunião do conselho, foi aprovada também resolução que cria o Subsistema de Alerta Rápido Sobre Drogas (SAR) no Brasil. Segundo o Ministério da Justiça e Segurança Pública, o novo mecanismo permite identificar o surgimento de novas substâncias psicoativas.

De acordo com a Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas do ministério, o sistema ajudará policiais a identificarem novas drogas; os peritos terão maior facilidade para confirmar a composição química das substâncias apreendidas e os profissionais de saúde poderão identificar sintomas de um paciente. “O Governo Federal vai enviar para todas as polícias, agentes de fiscalização, peritos criminais e profissionais de saúde integrantes do subsistema boletins e informes voltados para as necessidades de cada um desses público-alvo”, explicou a secretaria.

Edição: Kelly Oliveira

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias