Missão da CPLP atuará como observadora das eleições de outubro

Outros organismos internacionais também foram chamados para o pleito

Publicado em 12/04/2022 - 21:42 Por Agência Brasil - Brasília

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) confirmou hoje (12) que a Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) atuará como observadora nas eleições de outubro. Será a primeira vez que a entidade estará presente no Brasil para acompanhar o pleito nacional. 

Durante a eleição, os membros que forem designados para o trabalho de acompanhamento do processo brasileiro terão acesso às instalações e aos centros de votação da Justiça Eleitoral. Segundo o TSE, a medida vai permitir a análise da transparência e a integridade das eleições, além da troca de experiências para o aprimoramento do processo eleitoral. 

A participação de observadores internacionais nas eleições é um procedimento tradicional no TSE e já foi utilizado em outras eleições no país. Em 2020, uma missão da Organização dos Estados Americanos (OEA) acompanhou a realização do pleito municipal. 

Neste ano, o TSE também convidou missões da União Europeia, da OEA, do Parlamento do Mercosul (Parlasul), da Fundação Internacional para Sistemas Eleitorais (Ifes) e a União Interamericana de Organismos Eleitorais (Uniore). As tratativas ainda estão em andamento, e a presença das entidades ainda não foi confirmada.

Edição: Pedro Ivo de Oliveira

Últimas notícias