Mostra Internacional de Cinema de São Paulo tem início hoje 

Do total de filmes apresentados, 67 são brasileiros

Publicado em 20/10/2022 - 17:02 Por Elaine Patricia Cruz – Repórter da Agência Brasil - São Paulo

A Mostra Internacional de Cinema de São Paulo chega à sua 46ª edição apresentando 223 títulos de 60 países. O maior e mais tradicional evento de cinema de São Paulo volta a acontecer de forma majoritariamente presencial e brindará o cinéfilo com uma grande seleção de filmes que será apresentada por duas semanas em circuito de salas de cinema, espaços abertos e em duas plataformas online: o Sesc Digital e o Spcine Play.

A Mostra teve início na tarde de hoje (20) com um dos destaques desta edição, o filme As Oito Montanhas, de Felix van Groeningen e Charlotte Vandermeersch, vencedor do Prêmio do Júri do Festival de Cannes.

O grande vencedor da Palma de Ouro deste ano, Triângulo da Tristeza, de Ruben Östlund, também foi selecionado para o evento e terá três exibições, além da que foi apresentada ontem (19) para convidados.

Já do Festival de Berlim, compõem a Mostra o filme Alcarrás (Alcarràs), de Carla Simón, que levou o Urso de Ouro; e o coreano O Filme da Escritora, de Hong Sang-so, vencedor do Urso de Prata de Grande Prêmio do Júri.

Do total de filmes que serão apresentados nestas duas semanas de evento, 67 são brasileiros. Alguns deles terão apresentações especiais, como o clássico do cinema nacional, Deus e o Diabo na Terra do Sol, de Glauber Rocha, que foi restaurado a partir do negativo original em 35mm.

Homenagens

Entre os homenageados pelo festival estão a cantora e atriz Doris Monteiro, protagonista de Agulha no Palheiro (1953), de Alex Vianny. O filme, que foi restaurado pela Cinemateca Brasileira, será projetado na instituição. Também serão homenageados a diretora Ana Carolina e o cineasta Jean-Luc Godard, morto há pouco mais de um mês. Já o jornalista, escritor e diretor Arnaldo Jabor, que morreu no início deste ano, ganha homenagem póstuma do evento com a exibição do longa Eu Te Amo.

O cartaz da Mostra deste ano é assinado pelo muralista Eduardo Kobra, que deu o título Volte a Sonhar à arte do pôster. A imagem da garota tendo a cidade de São Paulo no horizonte e em conexão com a imagem do filme A Viagem à lua, de Georges Méliès, realizado há 120 anos, simboliza que o cinema pode abrir horizontes em lugares inimagináveis e nos levar ao universo dos sonhos.

Além da exibição de filmes, o festival promove ainda mais uma edição do Encontro de Ideias, com o lançamento de livros e debates sobre a indústria audiovisual. Também haverá a apresentação de oito títulos em realidade virtual, que serão apresentados na Cinemateca Brasileira e no Sesc 24 de Maio.

A Mostra será realizada até o dia 2 de novembro. Mais informações podem ser obtidas no site oficial do evento.

Assista na TV Brasil:

Edição: Lílian Beraldo

Últimas notícias