Santos vai declarar situação de emergência após incêndio em comunidade

Fogo destruiu 150 residências em comunidade do Dique da Vila Gilda

Publicado em 05/09/2023 - 13:18 Por Daniel Mello - Repórter da Agência Brasil - São Paulo

A prefeitura de Santos, no litoral paulista, vai declarar situação de emergência após um incêndio destruir aproximadamente 150 residências na comunidade de palafitas do Dique da Vila Gilda. Segundo o prefeito Rogério Santos, a medida vai permitir assistência financeira às famílias afetadas.

“Vamos fazer um decreto de situação de emergência e, a partir daí, atender as famílias cadastradas com um auxílio emergencial para que possam começar a pagar um aluguel e adquirir bens que foram perdidos”, disse Santos em entrevista coletiva no início da tarde.

Segundo o prefeito, em cerca de 15 dias será paga parcela inicial de R$ 1,2 mil e, em seguida, as famílias passarão a receber R$ 600 mensais de auxílio aluguel, até serem atendidas por programas habitacionais do município e do governo estadual.

No momento, 16 famílias estão abrigadas no Centro Esportivo Dale Coutinho.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, 15 pessoas foram socorridas durante o incêndio por terem inalado fumaça.

O prefeito informou ainda que o restaurante popular Bom Prato, que funciona na região afetada, manterá o atendimento durante o feriado.

Edição: Graça Adjuto

Últimas notícias