Malásia vai participar de investigação criminal sobre acidente aéreo

Publicado em 05/11/2014 - 06:58 Por Da Agência Lusa - Bangcoc

A Malásia vai participar da investigação criminal sobre o avião da Malaysia Airlines, que caiu no Leste da Ucrânia em 17 de julho, anunciaram hoje (5) fontes oficiais.

“É lógico que a Malásia se envolva, tendo em conta que morreram 43 malaios e que o avião tinha bandeira do país”, disse o primeiro-ministro da Holanda, Mark Rutte, durante encontro com o ministro malaio Najib Razak, em Putrajaya, informa o diário The Star.

Razak manifestou confiança em um “avanço significativo” da investigação criminal, dirigida pela Holanda.

O avião da Malaysia Airlines, que fazia a rota Amesterdã-Kuala Lumpur, foi derrubado por um míssil terra-ar disparado a partir de uma zona controlada pelas milícias pró-russas.

O processo de identificação das vítimas, das quais 196 tinha nacionalidade holandesa, ocorre na Base Militar de Hilversum, no Norte da Holanda. No total, foram identificadas 289 vítimas, das 298 pessoas que seguiam a bordo.

O primeiro-ministro holandês está na Malásia, em visita oficial de um dia.

Edição: Graça Adjuto

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias