Rebeldes do Iêmen deixam palácio do governo após acordo com presidente

Publicado em 21/01/2015 - 19:50 Por Da Agência Brasil - Brasília

O presidente do Iêmen, Abdrabuh Mansur Hadi, e os rebeldes xiitas, que tomaram ontem (20) o palácio presidencial, chegaram hoje (21) a acordo para o fim da crise no país, após vários dias de violência na capital. A informação é da agência de notícias Saba.

Segundo o acordo, os rebeldes huthis abandonarão o palácio presidencial e libertarão o chefe de gabinete do presidente, sequestrado sábado (17). Em troca, o projeto da Constituição, ao qual os huthis se opunham, poderá ser melhorado.

Os rebeldes entraram ontem (20) no complexo presidencial, depois de cercar a residência do primeiro-ministro. O Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU) e o Conselho de Cooperação do Golfo condenaram o "golpe de força" dos huthis e garantiram apoio ao presidente do Iêmen, que viu seu poder reduzido com a entrada, em 21 de setembro, dos milicianos xiitas na capital, Sana.

 

Edição: Nádia Franco

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias