Opositores de Maduro fazem greve de fome em presídio na Venezuela

Publicado em 29/05/2015 - 10:31 Por Da Agência Lusa - Caracas

Nicolás Maduro

A decisão pela greve de fome foi tomada pelo líder do partido Vontade Popular, Leopoldo López. preso pelo governo de Maduro (na foto)Fabio Pozzebom/Agência

Dez dirigentes da oposição na Venezuela estão em greve de fome em um protesto contra o governo do presidente Nicolás Maduro, confirmou hoje (29) o dirigente do partido Vontade Popular, Freddy Guevara.

Segundo ele, a decisão pela greve de fome, como forma de protesto, foi tomada pelo líder do Vontade Popular, Leopoldo López, e pelo presidente da Câmara Municipal de San Cristóbal, Daniel Ceballos, que estão presos.

Guevara adiantou que, no grupo, há ainda cinco membros do Movimento Juventude Ativa Venezuela Unida e dois ativistas de oposição, Deivis Oliveros e Alexander Tirado, além do ex-ministro venezuelano da Defesa Raul Baduel.

O protesto da oposição ganhou amplitude depois que Leopoldo López divulgou, da prisão, um vídeo em que apela para que os venezuelanos participem de uma marcha pelos presos políticos, convocada para amanhã (30).

Últimas notícias