Catorze elefantes morreram envenenados no Zimbábue nas últimas semanas

Publicado em 07/10/2015 - 09:46 Por Da Agência Lusa - Harare (Zimbábue)

 

Elefantes na África

No ano passado, mais de 100 elefantes foram envenenados no Zimbábue EPA/Agência Lusa/Direitos Reservados

Pelo menos 14 elefantes morreram envenenados no Zimbábue nas últimas semanas, 11 dos quais poderão ter sido vítimas de caçadores, informaram hoje (7) as autoridades dos parques nacionais.

“Onze elefantes morreram de envenenamento químico no Parque Nacional de Hwange [Oeste do Zimbabué] e na Reserva de Deka [adjacente ao parque] e três outros foram envenenados num aterro sanitário”, anunciou a porta-voz das autoridades dos parques naturais do Zimbabué, Carol Washaya, num comunicado.

Cinco dos elefantes “foram envenenados por caçadores ilegais no parque de Hwange” e seis outros foram encontrados mortos por uma patrulha de guardas fora do parque, adiantou.

As presas de alguns dos animais haviam sido cortadas, provavelmente por caçadores, segundo Carol Washaya.

A polícia deteve cinco homens suspeitos de envolvimento na morte dos animais.

Os três outros elefantes morreram envenenados depois de terem consumido resíduos tóxicos num aterro sanitário na cidade de Kariba (Norte), de acordo com testes, descartando a hipótese de um ato criminoso.

A caça ilegal para a retirada das presas desses animais é frequente nos parques nacionais zimbabueanos, sendo os elefantes e os rinocerontes os principais alvos.

No ano passado, mais de 100 elefantes foram envenenados com cianeto para a retirada do marfim.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Teste rápido de COVID-19
Saúde

Guarulhos faz testes rápidos para covid-19

A testagem é para pessoas que tiveram contato com pacientes infectados, motoristas de transporte público, entregadores de aplicativos e trabalhadores da segurança pública.

Moeda Nacional, Real, Dinheiro, notas de real,Cédulas do real
Economia

Inflação medida pelo INPC registra 0,44% em julho

O INPC ficou acima do IPCA, que mede a inflação oficial, e que registrou taxas de inflação de 0,36% em julho, de 0,46% no ano e de 2,31% em 12 meses. Os produtos alimentícios tiveram alta de 0,14%.

Geral

ICMBio reabre amanhã o Parque Nacional de Jericoacoara, no Ceará

Portaria suspendeu visitação a unidades de conservação federais em março, para prevenir a disseminação do novo coronavírus. A reabertura respeita as normas dos municípios.

Gasolina
Economia

Inflação de julho foi puxada por preços da gasolina e eletricidade

Segundo IBGE, os combustíveis, de uma forma geral, subiram 3,12%, devido a aumentos de preços no óleo diesel (4,21%), etanol (0,72%) e gás veicular (0,56%).

Comércio de rua em Brasília.
Economia

Inflação oficial fica em 0,36% em julho, diz IBGE

Com o resultado, o IPCA acumula taxas de inflação de 0,46% no ano e de 2,31% em 12 meses, de acordo com dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística.

Destruição provocada por explosão em Beirute
Internacional

Mortes por explosão em Beirute sobem para 154

Ministro da Saúde, Hamad Hasan, disse que uma em cada cinco, das 5 mil pessoas feridas na explosão de terça-feira (4), precisou de hospitalização e 120 estavam em estado crítico.