Autoridades da Venezuela prorrogam período de votação por uma hora

Publicado em 06/12/2015 - 22:34 Por Da Agência Brasil* - Brasília

As autoridades eleitorais da Venezuela prorrogaram hoje (6) por mais uma hora a votação para as eleições legislativas. Pouco antes, Conselho Nacional Eleitoral havia anunciado o encerramento das votação às 18h (20h, no horário de Brasília).

O conselho, posteriormente decidiu adiar o encerramento das eleições para as 19h (21h, no horário de Brasília) para permitir que os eleitores que ainda estavam na fila participassem da votação. O  Conselho Nacional Eleitoral elogiou o grande número de eleitores que compareceram às urnas.

As eleições do parlamento venezuelano tem sido considerado crucial, pois pela primeira vez em 16 anos dar uma maioria parlamentar à oposição em meio a uma grave crise econômica.

A decisão de adiar o encerramento das eleições foi criticada por ex-presidentes que acompanhavam as eleições como observadores políticos a convite do partido de oposição Mesa da Unidade Democrática (MUD).

Devido às críticas, o Conselho Nacional Eleitoral retirou as credenciais de “observadores políticos” das eleições aos ex-presidentes Jorge Quiroga (Bolívia), Andrés Pastrana (Colômbia), Mireya Moscoso (Panamá), Luis Alberto Lacalle (Uruguai), Laura Chinchilla (Costa Rica) e Miguel Ángel Rodríguez (Costa Rica).

“Revogamos as credenciais de observadores políticos e comunicaremos as autoridades competentes para que tomem as medidas necessárias”, disse a presidente da conselho, Tibisay Lucena, minutos depois dos ex-presidentes pedirem que as votações se encerrassem às 18h, apesar das normas eleitorais venezuelanas o impedirem que as urnas sejam fechadas quando ainda existam eleitores para votar.


* Com informações da Agência Lusa

Edição: Fábio Massalli

Últimas notícias