Venezuela registra nova morte durante protestos, diz prefeito

Publicado em 21/04/2017 - 11:05 Por Da Agência EFE - Caracas

O prefeito do município de Sucre, na região metropolitana de Caracas, Carlos Ocariz, informou hoje (21) que um homem morreu ontem à noite no bairro popular de Petare, no leste da cidade, durante os protestos contra o governo e pediu que as autoridades investiguem o caso para encontrar e punir os culpados.

"Com muita dor informo a morte por disparo de arma de fogo de Melvin Guaitan, um humilde trabalhador que morava no bairro Petare, em Sucre", disse Ocariz no Twitter.

Em outra mensagem, o prefeito afirmou: "Melvin foi assassinado na entrada do bairro 5 de Julho durante o protesto esta noite. Exigimos investigação e punição aos culpados!".

Ontem à noite, depois de mais um dia de manifestações que foram repelidas pelas forças de segurança, houve protestos em vários bairros populares do leste e do oeste de Caracas, que também foram reprimidos pelos agentes policiais.

A vítima de Sucre se soma às outras nove pessoas que morreram durante os protestos nas últimas três semanas, incluindo um agente da Guarda Nacional Bolivariana (GNB, polícia militarizada).

A oposição responsabilizou as forças de segurança que reprimiram as manifestações pelas mortes, enquanto o governo do presidente Nicolás Maduro acusou o antichavismo de semear o "ódio" entre os cidadãos, o que teria causado as mortes.

Maduro acusou diretamente os militantes de partidos pertencentes à aliança opositora Mesa da Unidade Democrática (MUD) de atirarem contra os manifestantes. Ontem, o presidente venezuelano também anunciou que processará o líder opositor Henrique Capriles por difamar seu governo e o exército ao acusá-los pelas mortes.

Além das mortes, os protestos deixaram centenas de feridos e mais de 550 detidos, dos quais 334 continuam presos, segundo a Organização Não Governamental Fórum Penal Venezuelano.

A oposição convocou para hoje novas manifestações pacíficas nos mesmos bairros e centros urbanos e para amanhã convidou os venezuelanos a marcharem de forma silenciosa em homenagem aos mortos.

Edição: Kleber Sampaio

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Parque Nacional da Tijuca
Geral

Ingresso ao Parque Nacional da Tijuca está 80% mais barato

O desconto tem por objetivo estimular o turismo local e diminuir, a curto prazo, os impactos negativos no equilíbrio econômico-financeiro dos contratos, causados pela pandemia da covid-19.

nascentes devem ser protegidas
Geral

Prazo para inscrições no Prêmio ANA 2020 termina no sábado

Inscrições devem ser feitas pelo site da premiação. Cada participante pode inscrever mais de uma iniciativa. Além disso, poderão ser apresentados trabalhos indicados por terceiros.

Premiê britânico, Boris Johnson, deixa residência oficial em Londres
Internacional

Boris Johnson teme que Reino Unido perca poder se Escócia se separar

Escócia depositou 55% dos votos contra a independência em um referendo de 2014, mas o Partido Nacional Escocês, que governa a nação, quer outro pleito.

Incendios florestais entre Miranda e Corumbá BR 262 e MS 184
Geral

Engajamento da população é vital para evitar incêndio na natureza

Coordenador ambiental diz que a educação tem que começar desde os primeiros anos das crianças, tanto em casa quanto nas escolas.

ensino online, educação a distância
Educação

Professores passam a contar com apoio emocional durante pandemia

Pesquisa feita com 7.734 mil professores de todo o país este ano mostrou que 83% ainda se sentem pouco ou nada preparados para o ensino remoto e 50% se preocupam com a saúde mental.

Um membro do exército libanês é visto na área do porto, danificado após uma explosão em Beirute, Líbano, em 10 de agosto de 2020
Política

Bolsonaro nomeia integrantes de delegação brasileira que vai a Beirute

Entre os integrantes da delegação estão o ex-presidente Michel Temer, os senadores Nelson Trad Filho e Luiz Pastore, e o presidente da Fiesp, Paulo Skaf.