Putin diz que a fonte primária do vírus do ciberataque global foi a CIA

Publicado em 15/05/2017 - 12:52 Por Da Agência EFE - Pequim

epa04109239 Russian President Vladimir Putin speaks about the situation in Ukraine during his meeting with journalists at the Novo-Ogaryovo presidential residence outside Moscow, Russia, 04 March 2014. Russian President

Vladimir PutinAgência Lusa

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, assegurou nesta segunda-feira (15) que a Rússia não tem nada a ver com o ciberataque global que já afetou mais 200 mil computadores em pelo menos 150 países. E acusou o serviço secreto dos Estados Unidos (CIA) de ser "a fonte primária do vírus".

"Acredito que a direção da Microsoft já indicou a CIA como a fonte primária do vírus. A Rússia não tem nada a ver com isso", disse Putin, em entrevista coletiva em Pequim, onde participou do Fórum da Nova Rota da Seda. Segundo ele, as instituições públicas russas "não sofreram danos importantes, nem os bancos, nem o sistema de saúde, nem outros, mas, em geral, não há nada de bom nisto e é preocupante".

WikiLeaks vazou

O presidente da Microsoft, Brad Smith, advertiu ontem que a compilação de vulnerabilidades cibernéticas por parte dos governos se converteu em um padrão emergente que causa danos generalizados quando estas informações são vazadas.

“Vimos aparecer no WikiLeaks vulnerabilidades armazenadas pela CIA, e agora estas vulnerabilidades roubadas da NSA (Agência Nacional de Segurança dos EUA) afetaram clientes em todo o mundo", criticou Smith, ao se pronunciar sobre a origem do erro no sistema operacional Windows que possibilitou a ação do ciberataque com o software maligno WannaCry.

O 'ransomware'  (tipo de ciberataque que infecta os computadores e depois cobra um resgate) WannaCry, que exigiu um pagamento na moeda digital 'bitcoin' para que o acesso aos computadores fosse recuperado, infectou sistemas de informática em todo o mundo, inclusive no Brasil.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias