Governo autônomo da Catalunha convoca referendo independentista

Publicado em 09/06/2017 - 09:16 Por Da EFE - Brasília

O governo da região da Catalunha anunciou nesta sexta-feira (9) sua intenção de convocar, para o dia 1º de outubro, um referendo sobre a independência desse território espanhol de 7,5 milhões de habitantes. As informações são da Agência EFE.

"Você quer que a Catalunha seja um Estado independente na forma de uma República?", é a pergunta que os nacionalistas catalães farão aos cidadãos, anunciou publicamente o presidente da região, Carles Puigdemont.

O governo espanhol diz que essa consulta é ilegal por ser contrária à Constituição e deixou claro que adotará todas as medidas necessárias para impedi-la.

Na sua declaração, o chefe do Executivo catalão explicou que a convocação será feita "em exercício do legítimo direito à autodeterminação que tem uma nação milenar" como a Catalunha e assegurou que seu Governo "se compromete a aplicar" o resultado das urnas.

Puigdemont lembrou que há sete anos o Tribunal Constitucional (TC) espanhol rejeitou a reforma do Estatuto da Catalunha, norma máxima que dita as regras da região, aprovado pelo Parlamento Catalão e ratificado em referendo pelos cidadãos.

Desde então, as tentativas de diálogo entre o governo catalão e o espanhol colheram uma "longa coleção de embates".

Com o anúncio da data e da pergunta a ser feita, Puigdemont cumpre sua promessa de buscar a independência, após a recusa do Governo espanhol de Mariano Rajoy em negociar uma consulta sobre a independência da Catalunha.

Consulta anulada

O Tribunal Constitucional já anulou uma primeira tentativa de consulta soberana, convocada pelo Governo catalão em novembro de 2014.

Os idealizadores do referendo, entre eles ex-chefe de Governo da Catalunha Artur Mas, foram processados e condenados a penas de inabilitação para cargo público.

Segundo Puigdemont, o Tribunal Constitucional espanhol é uma instituição "fortemente politizada" e "comprometida" com o governante Partido Popular (centro-direita) do presidente Mariano Rajoy.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Com uma campanha de 16 jogos, com oito vitórias, seis empates e duas derrotas, o Palmeiras voltou a conquistar o título estadual depois de 12 anos
Esportes

Palmeiras vence Corinthians nos pênaltis e é campeão paulista

Com uma campanha de 16 jogos, com oito vitórias, seis empates e duas derrotas, o Palmeiras voltou a conquistar o título estadual depois de 12 anos.

Saúde

Rio de Janeiro confirma 178 mil casos e 14 mil mortes da covid-19

Números da secretaria estadual de Saúde mostram que a capital fluminense lidera o número de casos, com 74.403 pessoas infectadas. São Gonçalo (9.295) e Niterói (9.290) aparecem em seguida

Ministro Interino da Saúde, Eduardo Pazuello, participa da 34ª Reunião do Conselho de Governo
Saúde

Pazuello lamenta mortes por covid- 19 e destaca tratamento precoce

“Não se trata de números, planilhas ou estatísticas, mas de vidas perdidas que afetam famílias, amigos e atingem o entorno do convívio social”, disse o ministro interino da Saúde.

O Laboratório Central de Saúde Pública de Santa Catarina (LACEN) está realizando exames para identificação do novo coronavírus (COVID-19)
Saúde

Brasil registra mais de 100 mil mortes por covid-19

Dos 3.012.412 casos de pessoas infectadas pelo novo coronavírus no país, 2.094.293 (69,5%), mais da metade, são de recuperados. O balanço aponta ainda que o número de pessoas em acompanhamento é de 817.642 (21,1%).

Hospital de Campanha de São Gonçalo é inaugurado
Justiça

Rio: Justiça intima Witzel a manter aberto hospital de campanha

Justiça intimou o governador e o secretário de Saúde a cumprir, em 48 horas, ordem judicial de manter em operação o  Hospital de Campanha de São Gonçalo.

Vista aérea da torre Eiffel, em Paris
Internacional

Paris obriga uso de máscaras ao ar livre em áreas movimentadas

As regiões onde as máscaras serão obrigatórias serão detalhadas separadamente e avaliadas regularmente, informou a prefeitura da capital francesa.