Única sobrevivente do acidente aéreo de Cuba está em estado crítico

Publicado em 10/06/2018 - 18:04 Por Renata Giraldi - Repórter da Agência Brasil * - Brasília

Maylén Díaz Almaguer, de 19 anos, única sobrevivente do acidente aéreo nos arredores de Havana (Cuba) no último dia 18, voltou a ficar em estado crítico com riscos de complicações, após apresentar melhoras. As complicações existem por causa das manifestações infecciosas que surgiram na terceira semana de tratamento intensivo.

As informações são da emissora oficial de televisão de Cuba, Cuba TV.

O diretor do Hospital Universitário General Calixto García, Carlos Alberto Martínez Blanco, disse que o surgimento de infecciones provocou mudanças no estado geral de saúde de Maylén. Agora ela está com “prognóstico reservado”, como afirmam os médicos.

A jovem está consciente e com baixa sedação, estabilidade cardiovascular e prossegue sob observação dos quadros renal e digestivo.

Memória

No último dia 18, por volta do meio-dia, o Boeing 737-200 caiu logo após levantar voo do Aeroporto Internacional José Martí, em Havana. Estavam a bordo 113 pessoas, inclusive crianças, a maioria de estrangeiros. Inicialmente, três pessoas sobreviveram, agora só resta uma.

As causas do acidente ainda são investigadas. A partir das caixas-pretas, especialistas de Cuba, do México e dos Estados Unidos participam das investigações. As investigações estão sob responsabilidade do ministro do Transporte de Cuba, Adel Yzquierdo.

* Com informações de CubaTV, emissora oficial de Cuba.

Edição: Fernando Fraga

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias