Trump se torna líder mais seguido no Twitter, aponta estudo

Publicado em 10/07/2018 - 12:20 Por Da Agência EFE - Genebra

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, se tornou a personalidade mais seguida do mundo no Twitter, rede social na qual conta com 52 milhões de seguidores, o dobro do que tinha quando assumiu o poder em 2017.

De acordo com o estudo Twiplomacy 2018, publicado nesta terça-feira (10), o líder americano desbancou o papa Francisco, que no ano passado aparecia na mesma análise como o personagem mais seguido no Twitter.

Isso considerando as nove contas que o Pontífice tem nessa plataforma em diferentes idiomas, que são seguidas por um total de 47 milhões de pessoas.

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump - Agência Reuters
O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump,  tem 52 milhões de seguidorestem em sua conta no Twitter  - Agência Reuters - Agência Reuters

Trump atrai muito mais seguidores mediante sua conta pessoal do Twitter, que utiliza regularmente como principal canal para fazer comentários, expressar a sua opinião e inclusive fazer anúncios, com relação à sua conta oficial como presidente dos EUA: @POTUS.

Esta última, que em geral só retuita coisas escritas na @realDonaldTrump, na do vice-presidente Mike Pence, na da Casa Branca e na de outras instituições do país, fica no quinto lugar entre as contas do Twitter mais seguidas no mundo.

Depois de Trump e do papa Francisco, o primeiro-ministro indiano, Narendra Modri, ocupa o terceiro e quarto posto entre as personalidades mais seguidas, através de sua conta pessoal e a de seu escritório, respectivamente.

A primeira é seguida por 42 milhões de pessoas e a segunda por 26 milhões.

Vem depois a conta institucional do presidente Trump, com 23 milhões de seguidores, e depois a da Casa Branca, com 17 milhões.

O estudo, elaborado pela firma de relações públicas Burson Cohn & Wikf (BCW), cobre o período de 19 de maio de 2017 a 18 de maio, durante o qual os chefes de Estado e de Governo de 187 países tinham presença no Twitter, ou seja 97% dos 193 Estados-Membros da Organização das Nações Unidas.

A avaliação cobre 951 contas dos líderes desses países, assim como de agências de governo e ministérios de relevância internacional, entre os quais o presidente Trump é um dos poucos que é pessoalmente ativo nas contas do Twitter.

Trump é também quem gerou mais interações no Twitter nos últimos 12 meses: um total de 264 milhões de "curtidas" e de retweets, 12 vezes mais do que o papa Francisco, que teve 22 milhões de interações do mesmo tipo.

Cada tweet de Trump gera uma média de 20 mil retweets, segundo o estudo de BCW.

Em nível europeu, a conta institucional da primeira-ministra britânica, Theresa May, (@10DowningStreet) é com 5 milhões de seguidores a mais popular entre os líderes da União Europeia, bloco que o país deixará em março.

Depois, aparece a família real britânica, com pouco mais de 3 milhões de seguidores, assim como o presidente da França, Emmanuel Macron, que triplicou o número de seguidores desde sua eleição em maio de 2017.

O Governo holandês destaca-se nesta análise comparativa por ser o que mais "conversas" gera, já que responde de maneira assídua às perguntas dos cidadãos sobre questões de políticas públicas e leis, com réplicas a 97% de tweets que recebe das pessoas.

O Facebook é a segunda rede social mais popular entre os líderes políticos e, de fato, é onde mais audiência conseguem em geral, enquanto o Instagram se transformou na terceira rede de maior atividade entre eles.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias