China confisca caixões para proibir enterros

Publicado em 03/08/2018 - 07:18 Por Agência EFE - China

Com cada vez menos espaço nos cemitérios, a China tenta acabar com a tradição de enterrar os mortos.

Para isso, adotou medidas de incentivo à incineração ou até mesmo com confisco e destruição dos caixões.

Fotos de populares revelam que, na província de Jiangxi, antes da destruição, idosos permaneceram algum tempo dentro dos caixões como forma de protesto.

Segundo a tradição chinesa, o morto precisa "viajar para o além da forma mais intacta possível".

E o enterro é considerada a prática considerada mais adequada.

Nos últimos anos houve tentativas de mudar esta concepção, pincipalmente nas grandes cidades. 

Algumas zonas rurais ainda preservam a tradição de comprar ou construir o caixão sob medida em vida.

Para os habitantes desses lugares, guardar o ataúde em casa até a morte atrai longevidade e sorte.

Em várias aldeias, funcionários do governo entram à força em residências para proibir que os moradores construam ou guardem caixões.

Desde que a medida foi implementada,  5.800 caixões foram entregues voluntariamente e outros foram confiscados pelas forças de segurança.

A medida, classificada pela imprensa local como "bárbara e impopular", criou uma forte polêmica entre a população que  entende que os interesses econômicos são considerados mais importantes que as tradições.

"São bandidos que roubam as propriedades privadas do povo", disse através da rede social Weibo uma usuária chamada Na Wa.

O governo promove funerais alternativos, como os enterros verdes, que ocupam menos terra, consomem menos recursos ou usam materiais biodegradáveis.

Um deles é jogar as cinzas no mar ou enterrá-las perto das árvores.

Segundo o Escritório de Assuntos Civis de Pequim, os enterros ecológicos na capital do país representaram 44% de todos  no ano passado.

O Ministério de Assuntos Civis emitiu recentemente uma diretriz em nível nacional que estabelece uma meta para que as cerimônias verdes constituam 50% do total anual até 2020.

Para ajudar a população a mudar de mentalidade, em alguns lugares foram estabelecidos incentivos monetários.

Um exemplo é o plano desenvolvido em Wenling (província oriental de Zhejiang), onde as pessoas que escolhem um enterro no mar recebem um pagamento mensal.

Assim, os maiores de 70 anos que adotarem esse plano receberão uma remuneração mensal baseada na idade que oscila entre 100 e 400 iuanes (R$ 55 e R$ 220).

"O enterro ecológico é a tendência. Agora há montanhas de túmulos nos campos. Os mortos não devem competir com os vivos na ocupação da terra. A reforma do governo tem um bom objetivo,mas é preciso uma divulgação e normas mais positivas", comentou Hui Min, outro internauta que luta pela necessidade de se adaptar aos novos tempos.

 

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Saúde

Prefeito de Duas Barras, no Rio, morre vítima da covid-19

Equipe médica relatou que o político estava em franca recuperação, mas apresentou febre na tarde de ontem. Embora tenha sido medicado, não resistiu.

piloto Félix da Costa - Fórmula E
Esportes

Campeão aprova bolha na Fórmula E, mas torce para que seja temporária

Félix da Costa garantiu o título mundial da categoria no último domingo (9). Na briga pelo segundo lugar está o brasileiro Lucas Di Grassi e o francês Jean-Eric Vergne.

Logotipo do Google é exibido dentro de um prédio de escritórios em Zurique, Suíça.
Internacional

Google transforma smartphones Android em sensores de terremotos

"Estamos no caminho certo para enviar alertas de terremotos onde quer que haja smartphones", disse Richard Allen, diretor do laboratório sismológico da Universidade da Califórnia em Berkeley.

A Polícia Federal e a Receita Federal
Geral

PF e MPF cumprem mandados contra fraudes no fundo de pensão Postalis

A Operação Rebate investiga lavagem de dinheiro e aquisição de joias, metais e pedras preciosas pagos com dinheiro em espécie, por valores superiores a R$ 45 milhões.

leito hospitalar
Saúde

Senai já entregou mais de 2 mil respiradores recuperados a hospitais

Balanço da instituição mostra que 2.007 equipamentos foram entregues a instituições de saúde em 336 municípios de 24 estados e no Distrito Federal.

 A Secretária Nacional da Juventude, Jayana Nicaretta, durante solenidade de Celebração do Dia Internacional da Juventude, no Palácio do Planalto.
Política

Jayana Nicaretta é exonerada da Secretaria Nacional da Juventude

Portaria com a exoneração de Jayana do cargo, a partir de 7 de agosto deste ano, está publicada no Diário Oficial da União desta terça-feira.