Hamas impõe condições para trégua com Israel

Publicado em 09/08/2018 - 12:34 Por Agência EFE - Gaza

O movimento islamita Hamas anunciou que encerrou a escalada de ataques, após o lançamento de 180 foguetes contra Israel desde a tarde de ontem, que deixaram mais de 20 israelenses feridos.

O Hamas informou, hoje,  que o Exército de Israel  respondeu com bombardeios contra 150 alvos militares em Gaza, que causaram a morte de três palestinos.

"Esta onda de escalada militar acabou", afirmou em comunicado um comitê no qual estão representados os braços armados do Hamas, a Jihad Islâmica, os Comitês de Resistência Popular, a Frente Palestina de Libertação Popular e a Frente Democrática para a Libertação da Palestina.

As facções militares, lideradas pelo Hamas, "estarão comprometidas com uma trégua desde que a ocupação israelense também esteja comprometida com ela", indicou o comitê, denominado Sala de Operações da Resistência Armada Palestina.

O Gabinete de Segurança israelense está reunido neste momento para avaliar a situação com os principais responsáveis das agências de segurança, o chefe do Estado Maior, tenente-general Gadi Eisenkot, o do serviço secreto interior Shin Bet, Nadav Argaman, e o do Conselho Nacional de Segurança, Meir Ben Shabat, segundo imagens da emissora de televisão "Channel 12".

Três palestinos morreram nos bombardeios do exército desde ontem à tarde, um miliciano do Hamas e uma mulher grávida e seu filho de um ano e meio, enquanto mais de 20 palestinos foram feridos, informaram autoridades na Faixa de Gaza.

A tensão começou com um incidente ocorrido há dois dias no qual milicianos do Hamas dispararam por um erro contra alvos em Gaza. 

Porém, os foguetes foram em direção a Israel,  o que provocou disparos de resposta de um tanque israelense, que mataram dois milicianos.

O Hamas, por sua vez, respondeu um dia depois com a onda de lançamento de foguetes, a segunda maior desde a guerra de 2014. 

sar-aca/rpr

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias