Trump pediu desfile militar para novembro mas Defesa adia para 2019

Publicado em 17/08/2018 - 09:09 Por Agência EFE - EUA

O Departamento de Defesa dos Estados Unidos informou nesta quinta-feira que decidiu adiar para 2019 o desfile militar pedido pelo presidente, Donald Trump. 

O desfile estava precisto para novembro próximo, data que coincidiria com o Dia dos Veteranos.

A decisão de adiar o evento ocorreu no mesmo dia em que a imprensa americana divulgou que o custo do desfile seria de US$ 92 milhões.

O Pentágono, no entanto, não explicou o motivo da decisão.

"O Departamento de Defesa e a Casa Branca estão planejando um desfile em honra aos ex-combatentes dos EUA (...). Originalmente escolhemos o dia 10 de novembro de 2018 para este evento, mas agora acertamos explorar oportunidades em 2019", disse o Pentágono.

Por sua vez, o secretário de Defesa dos EUA, James Mattis, negou que a razão tenha sido o custo do desfile em US$ 92 milhões.

"Não vi nenhuma estimativa para esse dinheiro e vejo todos os orçamentos que passam pelo Pentágono", disse o secretário. 

Trump teria ficado maravilhado ao assistir o desfile militar de 4 de julho, quando o país celebra o Dia da Bastilha.

Ele estava em Paris  a convite do presidente da França, Emmanuel Macron 

E, em fevereiro deste ano,  pediu ao Pentágono que organizasse um evento similar.

Os EUA não organizam um desfile militar de grande escala desde junho de 1991, após a primeira Guerra do Golfo, por ordem do ex-presidente George H.W. Bush. Na ocasião, 8 mil militares percorreram o centro de Washington, atraindo 200 mil espectadores, de acordo com o jornal "The Washington Post".

Os desfiles militares são pouco comuns nos EUA e reservados a celebrações pós-conflitos. Eventos desse tipo ocorreram após a Guerra Civil, em 1865, e depois da Primeira e Segunda Guerra Mundiais, em 1919 e 1946, respectivamente. 

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Voltar ao topo da página