Diretora da CIA se reúne com Trump para falar sobre caso Khashoggi

Publicado em 25/10/2018 - 14:10 Por Agência EFE - Washington

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, receberá hoje (25) na Casa Branca a diretora da Agência Central de Inteligência (CIA), Gina Haspel, com quem abordará o assassinato do jornalista saudita Jamal Khashoggi, informaram fontes oficiais. "(O presidente) se encontrará com a diretora da CIA durante sua reunião de inteligência", afirmou a porta-voz da Casa Branca, Sarah Huckabee Sanders, a um grupo de jornalistas.

Na terça-feira passada, o vice-presidente dos EUA, Mike Pence, disse que Haspel tinha se deslocado à Turquia para informar-se da investigação sobre o assassinato de Khashoggi e escutar uma suposta gravação do fato que estaria em poder das autoridades turcas. Nesse mesmo dia, Trump declarou "não estar satisfeito" com as explicações dadas até o momento pelo governo saudita.

Neste sentido, a promotoria da Arábia Saudita destacou hoje que o assassinato do jornalista foi "premeditado", o que contradiz sua própria versão defendida inicialmente de que Khashoggi havia morrido acidentalmente após um confronto com alguns membros de segurança saudita.

Khashoggi, exilado desde 2017 em Washington, desapareceu no último dia 2 de outubro após entrar no consulado da Arábia Saudita em Istambul.

Trump, que inicialmente se mostrou cético com relação à possibilidade de que a Coroa saudita estivesse implicada nos fatos, disse nos últimos dias que Washington adotará a "resposta" necessária caso se confirme que Khashoggi foi assassinado de maneira premeditada, mas ressaltou a necessidade de obter provas antes de tomar uma decisão.

Antes de Haspel, o secretário de Estado americano, Mike Pompeo, já havia viajado para a Turquia, onde se reuniu com o presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, para tratar este assunto.

Ao voltar a Washington, Pompeo anunciou que seu governo revogará os vistos dos envolvidos na morte de Khashoggi e avaliará a possibilidade de impor sanções aos responsáveis. 

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Teste da vacina contra a doença de coronavírus (COVID-19) na Tailândia
AO VIVO Saúde

Ao vivo: Bolsonaro assina MP para viabilizar vacina contra covid-19

Vacina contra a covid-19 foi desenvolvida pela Universidade de Oxford (Inglaterra) e está sendo testada no Brasil por meio de uma parceria com a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz).

Homem produz máscaras caseiras durante a pandemia do novo coronavírus no distrito de Kreuzberg, Berlin, Alemanha
Saúde

Nova Friburgo vai ganhar Centro de Pesquisa e Inovação em EPIs

Objetivo é garantir qualidade aos produtos feitos no Brasil e dar suporte à indústria para adaptação de linhas de produção, uso de tecnologia e capacitação.

Guilherme Arana revela saudade dos jogos
Esportes

Arana projeta boa estreia do Atlético-MG contra o Fla no Brasileirão

Lateral-esquerdo confia nas qualidades do time para um bom campeonato: juventude e velocidade. O primeiro duelo será no domingo, às 16h, no Maracanã. 

Incêndio no Parque Nacional da Serra dos Órgãos (Divulgação/Parnaso)
Geral

Bombeiros combatem fogo na Serra dos Órgãos pelo terceiro dia seguido

Criado em 1939, o Parnaso é o terceiro parque mais antigo do país e costuma ser procurado para prática de esportes de montanha, como escalada, caminhada e rapel.

Fachada do edifício sede do Supremo Tribunal Federal - STF
Geral

STF: teto constitucional incide sobre soma de pensão e aposentadoria

Com a decisão, o valor dos ganhos não pode ultrapassar R$ 39,2 mil, valor do salário dos ministros da Corte, que foi definido pela Constituição como teto.

Supermercado na zona sul do Rio de Janeiro
Economia

Custo da cesta básica caiu em 13 capitais no mês de julho, diz Dieese

Por conta da pandemia, o Dieese suspendeu a coleta presencial de preços e começou a coletar os preços por meio de telefone, aplicativos de entrega, e-mail e consultas na internet.