Esther McVey renuncia ao cargo de ministra de Trabalho do Reino Unido

Publicado em 15/11/2018 - 10:29 Por Da Agência EFE - Londres

A ministra de Trabalho e Previdência do Reino Unido, Esther McVey, renunciou hoje (15) ao cargo por desacordos com a minuta do Brexit acertada pela primeira-ministra, Theresa May.

Esther disse nesta quinta-feira em sua conta do Twitter que o acordo preliminar pactuado com Bruxelas "não honra os resultados do referendo" de 23 de junho de 2016, no qual 52% dos britânicos apoiaram a saída do Reino Unido da União Europeia (UE).

"Também não cumpre com os parâmetros que você (May) expôs no início do seu mandato", afirmou a deputada pela circunscrição inglesa de Tatton.

Segundo ela, o acordo preliminar, divulgado ontem (14), após reunião do conselho de ministros, não cumpre as promessas do governo de negociar um Brexit que devolva "o controle sobre o dinheiro, as fronteiras e as leis" e permita formular uma política comercial "independente".

Esther argumentou que o pacto com a UE significa que o Reino Unido entregará 39 bilhões de libras em sua de saída, "em troca de nada", e "prenderá o país em uma união aduaneira".

"Também ameaça a integridade do Reino Unido", disse a ministra em alusão à cláusula de segurança para evitar que seja erguida uma fronteira na ilha da Irlanda, que contempla um regime normativo próprio para a Irlanda do Norte.

"Passamos da ideia de que não ter acordo é melhor do que um acordo ruim para a de que qualquer acordo é melhor do que não haver nenhum", destacou Esther em sua carta de renúncia.

A deputada concluiu que não pode apoiar o acordo nem votar a favor dele, o que confirma que será difícil para May conseguir que o texto seja aprovado no Parlamento.

A renúncia de Esther se soma à do ministro britânico para a saída da União Europeia, Dominic Raab, e à da secretária de Estado do Brexit, Suella Braverman, também por não concordarem com a minuta pactuada por May.

"Não é o que os britânicos votaram em 2016 e é uma traição", escreveu Suella, que afirmou que tal acordo seria um mecanismo que colocaria em perigo a união do Reino Unido, pois a província norte-irlandesa terá "um regime regulador diferente" do resto do país.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias