Presas no Vietnã 8 pessoas suspeitas de envolvimento com 39 mortes

Corpos foram encontrados no Reino Unido

Publicado em 04/11/2019 - 07:32 Por RTP (emissora pública de televisão de Portugal) - RTP (emissora pública de televisão de Portugal)

Oito pessoas foram presas no Vietnã por suspeita de envolvimento na descoberta de 39 corpos em um caminhão nos arredores de Londres.

A polícia disse que está em curso uma investigação para desmantelar as redes de imigração ilegal que transportam pessoas para o Reino Unido. Até sexta-feira (1º), haviam sido detidas duas pessoas.

O governo do Vietnã manifestou pesar pela "grave tragédia humanitária", um dia depois de a polícia britânica ter afirmado que as 39 pessoas encontradas sem vida dentro de um caminhão no Reino Unido são todas vietnamitas.

"Esta é uma grave tragédia humanitária. Estamos profundamente tristes e gostaríamos de apresentar as nossas condolências às famílias das vítimas", disse o porta-voz do Ministério dos Negócios Estrangeiros, Le Thi Thu Hang.

O Vietnã apelou "aos países da região e do resto do mundo para que acelerem a sua cooperação no combate ao tráfico de seres humanos, a fim de evitar que tal tragédia se repita".

Inicialmente, a equipa de investigação julgava que as 39 vítimas seriam da China, mas, na sexta-feira, fonte oficial da polícia revelou que são Vietnã, tendo já localizado familiares e entrado em contato com as autoridades vietnamitas.

Nos últimos dias, várias famílias vietnamitas relataram o desaparecimento de familiares que poderiam estar entre as 39 pessoas encontradas mortas no caminhão.

Segundo a polícia britânica, a identificação das vítimas deve ser difícil, já que foram encontrados poucos documentos junto aos cadáveres.

Os corpos de 31 homens e oito mulheres foram achados no dia 23 de outubro dentro de um caminhão refrigerado numa zona industrial em Essex, na Inglaterra.

O condutor, um norte-irlandês de 25 anos e identificado como Mo Robinson, foi acusado de 39 crimes de homicídio e tráfico de pessoas, entre outros crimes.

Um segundo homem, identificado como Eamonn Harrison, de 22 anos, compareceu hoje (4) ao tribunal de Dublin, na Irlanda, por suspeita de envolvimento na morte das 39 pessoas.

 

Edição: -

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Geral

No Rio, deslizamento no morro da Mangueira atinge 12 casas

Defesa Civil isolou a área atingida e equipes aguardam a retirada do material que deslizou para avaliar o estado das casas. Vinte agentes da Defesa Civil e da Guarda Municipal estão a postos.

bola liga dos campeões
Esportes

Liga dos Campeões da Europa retorna com jeito de Copa do Mundo

Torneio terá jogos sem torcida e reta final será disputada em Lisboa, em jogo único, nos estádios José Alvalade (Sporting) e da Luz (Benfica).

Diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom
Internacional

OMS: recuperação econômica global pode ser mais rápida com vacina

"O nacionalismo com vacinas não é bom, não vai nos ajudar", afirmou o diretor-geral da organização, ao comentar a disputa competitiva entre diversas nações e seus laboratórios.

Com o acordo, pesquisadores de 15 intitutos Senai de Inovação operacionais podem acessar as inovações produzidas pelos institutos Fraunhofer, principalmente em tecnologias, que não estão disponíveis no Brasil
Educação

Cursos de qualificação profissional têm alta demanda na pandemia

Cursos oferecidos têm duração média de 14 horas. Para ter acesso, basta acessar a plataforma Mundo Senai, preencher um cadastro simples e fazer a inscrição.

Smoke rises from the site of an explosion in Beirut
Internacional

Embaixada do Líbano pede ajuda humanitária após explosão em Beirute

Comunicado diz que o país precisa de assistência médica em todos os seus ramos e de suprimentos cirúrgicos e hospitalares. Também são pedidos materiais de construção.

Bombeiros combatem chamas após explosão em Beirute
Internacional

Parada não programada no porto de Beirute levou ao desastre

Boris Prokoshev, capitão do navio Rhosus, disse que transportava o produto químico da Geórgia para Moçambique, quando teve ordem para desviar até Beirute.