Reino Unido ministrará remdesivir a alguns pacientes com covid-19

Reino Unido ministrará remdesivir a alguns pacientes com covid-19

Publicado em 27/05/2020 - 06:56 Por Alistair Smout, Kate Holton e Kate Kelland - Repórteres da Reuters - Londres

O Reino Unido ministrará o antiviral remdesivir a alguns pacientes com covid-19, que o medicamento tem mais probabilidade de beneficiar. O teste será feito como parte de uma colaboração com a fabricante Gilead Sciences, informou o Ministério da Saúde nessa terça-feira (26).

O Departamento de Saúde disse que os dados iniciais de testes clínicos de todo o mundo mostraram que o remédio pode encurtar o tempo de recuperação dos pacientes com covid-19 em quatro dias.

"Este provavelmente é o maior passo no tratamento do novo coronavírus desde que a crise começou", disse o ministro da Saúde, Matt Hancock, em entrevista coletiva. "Estes são só os primeiros passos, mas estamos determinados a incentivar a ciência e apoiar os projetos promissores".

O governo britânico informou que a alocação do medicamento dependerá de onde ele oferecerá mais benefícios, mas não disse quantos pacientes serão tratados.

Na semana passada, o Instituto Nacional de Saúde dos Estados Unidos (NIH) informou que dados de seu teste com o remdesivir mostraram que o remédio oferece mais benefícios a pacientes de covid-19 que precisam de oxigênio adicional, mas não de ventilação mecânica.

Os pesquisadores também disseram que, "dada a alta mortalidade, apesar do uso do remdesivir", é provável que ele seja mais eficaz quando combinado com outras tratamentos para covid-19, a doença respiratória provocada pelo novo coronavírus.

Stephen Griffin, professor-associado da Universidade de Leeds, comemorou a decisão de usar o remdesivir, afirmando que "provavelmente isso significará que os pacientes de covid-19 em situação mais grave o receberão primeiro". Acrescentou que, embora essa abordagem seja a mais ética, também significa que o remédio não "fará mágica".

"Ao invés disso, podemos esperar taxas de recuperação melhores e uma redução na mortalidade de pacientes", disse.

A Gilead informou que espera resultados de seu próprio estudo do remdesivir em pacientes com covid-19 no final deste mês.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
 senador Marcos Rogério (DEM-RO)
Política

Senado  ratifica o Protocolo de Nagoia no Brasil

Documento aprovado no Senado regulamenta o acesso e a repartição de benefícios dos recursos genéticos da biodiversidade. O texto segue para promulgação.

Live da Semana - Presidente Jair Bolsonaro - 06/08/2020
Política

Pazuello diz que estados estão mais preparados para enfrentar pandemia

Ministro interino da Saúde participou de live ao lado do presidente. Mudança de protocolo do ministério foi um dos fatores que deixou estados mais preparados.

A cúpula  maior, voltada para cima, abriga o Plenário da Câmara dos Deputados.
Política

Senado aprova redução de prazos para revalidação de diplomas

O PL prevê a revalidação em prazo entre 30 e 60 dias no caso de instituições estrangeiras reconhecidas pelo Ministério da Educação e contam com um processo simplificado. 

Escola fechada por cinco dias após relatos de coronavírus.
Justiça

Justiça suspende retorno das aulas presenciais na rede privada do DF

A retomada foi autorizada na terça-feira pela primeira instância após outra decisão que a proibiu. Algumas escolas chegaram a retomar as atividades nesta quinta-feira.

Saúde

Ministério da Saúde monitora síndrome em crianças associada à covid-19

Síndrome inflamatória multissistêmica ocorre em crianças de 7 meses a 16 anos. Até agora, foram notificados 71 casos no Brasil e registradas três mortes.

Incêndio no Parque Nacional da Serra dos Órgãos (Divulgação/Parnaso)
Geral

Bombeiros combatem fogo na Serra dos Órgãos pelo terceiro dia seguido

Criado em 1939, o Parnaso é o terceiro parque mais antigo do país e costuma ser procurado para prática de esportes de montanha, como escalada, caminhada e rapel.