Recomendações de viagem da UE podem barrar norte-americanos e russos

Proposta será debatida por diplomatas hoje em Bruxelas

Publicado em 24/06/2020 - 12:02 Por Gabriela Baczynska - Repórter da agência Reuters - Bruxelas

A União Europeia (UE) espera reabrir suas fronteiras externas a partir de julho, mas analisará a situação individual da pandemia de covid-19 das nações quinzenalmente, de acordo com diplomatas e um documento com critérios que poderiam barrar a entrada de norte-americanos e russos.

O bloco de 27 nações está ansioso para reativar o turismo, duramente atingido durante a pandemia, mas o temor de uma segunda onda só permitiu uma reabertura parcial e irregular de fronteiras, e com múltiplas restrições de saúde e segurança.

Visto pela agência de notícias Reuters, o esboço das recomendações da Croácia, que ocupa a presidência rotativa da UE, sugere que se permita a entrada de cidadãos de países de fora do bloco com infecções estáveis ou decrescentes e daqueles com uma "situação epidemiológica comparável ou melhor" do que a da Europa.

O critério epidemiológico é definido como entre 16 e 20 casos novos de infecção por 100 mil pessoas relatados ao longo de 14 dias.

Histórico de exames

Os países também serão avaliados com base em seu histórico de exames, rastreamento de contatos e tratamento, confiabilidade dos dados e arranjos de viagem recíprocos para moradores da UE, de acordo com o documento, que será debatido por embaixadores em Bruxelas nesta quarta-feira (24).

Com base na atualização mais recente do Centro de Controle e Prevenção de Doenças Europeu (ECDC), a metodologia proposta poderia descartar viajantes dos Estados Unidos e do México, da maior parte da América do Sul, África do Sul, Rússia, Irã, Arábia Saudita e Afeganistão, entre outros. O Brasil se tornou o segundo país do mundo a atingir a marca de 50 mil mortes, só atrás dos Estados Unidos.

Os Estados Unidos, cujo presidente, Donald Trump, proibiu o ingresso de viajantes europeus no início da crise, têm de longe o maior número de casos e mortes do mundo.

Mas diplomatas da UE ressaltaram que os critérios de viagem ainda podem mudar e que as recomendações não se tornarão obrigatórias.

"Parece que existe muita ilusão nestas recomendações. Elas também estão causando muito polêmica. Seja como for, o dia 1º de julho pode passar e muitos países podem seguir seu próprio rumo", disse um diplomata a respeito da proposta da Comissão Europeia.

A proposta, que almeja incentivar uma abordagem coordenada, cobriria o Espaço Schengen, cujas fronteiras normalmente são invisíveis e que une a maioria dos estados do bloco, além de Islândia, Noruega, Suíça e Lichtenstein.

 

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Vista aérea da torre Eiffel, em Paris
Internacional

Paris obriga uso de máscaras ao ar livre em áreas movimentadas

As regiões onde as máscaras serão obrigatórias serão detalhadas separadamente e avaliadas regularmente, informou a prefeitura da capital francesa.

Violência doméstica violência contra a mulher
Direitos Humanos

Lei Maria da Penha: subnotificações escondem número real da violência

A Secretaria Nacional de Políticas para as Mulheres vem trabalhando em novas ferramentas para reduzir a subnotificação. Dentre essas ferramentas, está o aplicativo Direitos Humanos Brasil.

 

Conselho Nacional de Justiça (CNJ)
Justiça

CNJ comemora sucesso de audiências e sessões por videoconferência

De 1º de maio a 4 de agosto, o Judiciário realizou 366. 278 mil videoconferências por meio da Plataforma Emergencial de Videoconferência para Atos Processuais.

Testes para detecção do Covid-19
Saúde

São Paulo registra mais de 25 mil mortes pela covid-19

Entre os 621.731 de casos diagnosticados de covid-19, 397.653 pacientes estão recuperados, sendo que 75.806 foram internados e tiveram alta hospitalar.

Reprodução gráfica da chuva de meteoros Geminídeos feita pela Organização Meteorológica Internacional
Geral

Chuvas de meteoros poderão ser vistas no Brasil este mês

Neste domingo, Dia dos Pais, quem acordar bem cedo poderá acompanhar a ocultação de Marte. É como se fosse um eclipse, quando a Lua passa entre a Terra e o planeta vermelho.

Área de lazer do Aterro do Flamengo reaberta atrai milhares de cariocas
Saúde

Dia Nacional do Combate ao Colesterol chama a atenção para o problema

A data, 8 de agosto, é uma forma de mobilizar a sociedade para promover uma conscientização maior dos cidadãos, profissionais e do Poder Público sobre a necessidade de prevenir e mitigar os efeitos desse mal.