Paramédicos na Inglaterra testam traje voador para resgatar vítimas

Objetivo é ajudar no atendimento de pessoas em perigo

Publicado em 30/09/2020 - 06:38 Por Hanna Rantala - Repórter da Reuters - Londres

Paramédicos do remoto distrito britânico de Lake estão testando um traje equipado com jatos propulsores para ajudar no resgate de pessoas em perigo, em uma fração do tempo que levariam de carro ou a pé.

Em cenas que lembram o personagem Homem de Ferro, o piloto de testes e inventor Richard Browning se move a alguns metros acima do solo com a ajuda de pequenos jatos montados em seus braços e nas costas.

"Quem sabe o que o futuro trará? Estamos no começo e estamos muito orgulhosos disso", disse Browning.

Desenvolvida pela britânica Gravity Industries, a tecnologia reduz drasticamente o tempo de resgate em terrenos difíceis, o que pode potencialmente salvar vidas.

"O potencial é simplesmente enorme", disse o paramédico de helicópteros Andy Mawson. "O primeiro voo de um traje voador que vai salvar vidas. É um momento incrível."

Em uma simulação, uma menina de 10 anos que caiu de um penhasco ficou ferida gravemente na perna. Depois de receber as coordenadas da vítima, Browning vestiu o traje e voou em direção a montes rochosos para encontrar a criança, que foi alcançada em apenas 90 segundos. Paramédicos a pé levariam 25 minutos para navegar pelo mesmo terreno e encontrar a menina, disse a companhia.

O traje é capaz de voar a 51 quilômetros por hora e atingir uma altitude máxima de cerca de 3.600 metros.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias