Urnas começam a fechar em eleição dos EUA

Não houve sinais de perturbações ou violência em zonas eleitorais

Publicado em 03/11/2020 - 22:05 Por Agência Brasil* - Brasília

As urnas começaram a ser fechadas nas eleições presidenciais dos Estados Unidos e não houve sinais de perturbações ou violência em zonas eleitorais, como temiam algumas autoridades norte-americanas.

Muitos dos eleitores foram votar usando máscaras e mantendo o distanciamento social para se protegerem contra o contágio pelo coronavírus. Para conseguirem votar passaram por longas filas em algumas locações, e por curtos períodos de espera em muitas outras. 

O resultado das eleições presidenciais pode demorar dias para ser determinado e o vencedor vai liderar um país golpeado por uma pandemia que matou mais de 231 mil de pessoas e deixou milhões sem emprego, com tensões raciais e com uma polarização política que se intensificou durante a campanha.

Na pesquisa nacional de boca de urna da Edison Research, quatro de cada 10 eleitores disseram que acreditavam que as iniciativas para conter o vírus estavam indo "muito mal". Nos estados da Flórida e da Carolina do Norte, que são considerados cruciais para decidir a eleição, cinco de cada 10 eleitores disseram que a resposta nacional à pandemia estava indo "um pouco ou muito mal".

 

 * Com informações da Reuters

Edição: Fábio Massalli

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias