Obama pede cumprimento obrigatório de acordo sobre o clima

Publicado em 01/12/2015 - 16:41 Por Da Agência Ansa - Paris

Em sua última declaração na 21ª Conferência das Partes das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (COP21), em Paris, o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, disse hoje (1º) que ações para evitar o aquecimento global são essenciais para a economia e a segurança mundiais e devem ser realizadas assim que possível.

Obama defendeu que um acordo sobre o clima deve ser vinculante, ao menos no que diz respeito à transparência e a uma revisão periódica dos objetivos de diminuição de emissão de gás carbônico.

Segundo o presidente norte-americano, esta deve ser uma prioridade mundial e, se algo não for feito rapidamente, "vamos ter que direcionar cada vez mais recursos, não para oportunidades de crescimento da humanidade, mas para nos adaptar às várias consequências da mudança climática".

"Será difícil alcançar um acordo entre 200 países, mas estou convencido de que faremos grandes coisas", disse, durante coletiva de imprensa.

Estado Islâmico e Síria

Sobre o Estado Islâmico, que, em ataques em Paris, deixou 130 mortos, Obama disse que "é preciso se aliar para lutar contra o grupo".

"Com base nas conversas com o presidente francês Hollande e outros líderes, estou convencido de que podemos destruir o grupo", disse.

Sobre a guerra civil na Síria, Obama declarou estar confiante de que Washington está do lado vencedor. Os Estados Unidos defende a saída de Bashar al-Assad do poder e uma transição política democrática.

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias