Janot é favorável a direito de resposta para Dilma em programa do PSDB

Publicado em 19/09/2014 - 18:16 Por André Richter – Repórter da Agência Brasil - Brasília

banner_eleições

O procurador-geral Eleitoral, Rodrigo Janot, enviou hoje (19) ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) parecer a favor da concessão de direito de resposta à Coligação Com a Força do Povo, da candidata à reeleição Dilma Rousseff, no horário eleitoral gratuito na televisão. Segundo o procurador, a Coligação Muda Brasil, do candidato do PSDB, Aécio Neves, exibiu, no programa  veiculado no último dia 13, propaganda de conteúdo ofensivo à candidata petista.

A defesa de Dilma alegou que a propaganda adversária exibiu a imagem da candidata com a palavra mensalão para “envolvê-la nos fatos julgados” na Ação Penal 470, o processo do mensalão.

No parecer, o procurador da República concorda com os argumentos apresentados pela coligação de Dilma, que recorreu ao TSE.

“Não há que se falar de que se trate aqui de ofensa genérica e inespecífica, porquanto, há expressa correlação de imagem de Dilma Rousseff a um fato criminoso de extrema gravidade e de amplo conhecimento nacional ['escândalo do mensalão'], que, malgrado tenha ocorrido no governo petista, não se tem notícia, muito menos comprovação, de sua participação no episódio. Ao promover mensagem [imagem] sabidamente inverídica, a propaganda ultrapassou os limites da crítica e do debate político"”, disse Janot.

A representação será julgada pelo ministro Tarcísio Vieira.

Edição: Nádia Franco

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias