Aécio promete parceria com estados para investir em segurança hídrica

Publicado em 20/10/2014 - 18:58 Por Paulo Victor Chagas – Repórter da Agência Brasil - Brasília

banner_eleições

O candidato do PSDB à Presidência da República, Aécio Neves, disse, nesta tarde, que a crise da água em São Paulo tem sido enfrentada de forma adequada pelo governador Geraldo Alckmin, e prometeu, se eleito, promover parceria com os estados para investir na segurança hídrica. Segundo ele, o que “talvez tenha faltado” nessa questão foi um apoio maior do governo federal, por meio da Agência Nacional de Águas (ANA).

“Nós estamos tendo a maior estiagem dos últimos 80 anos, e o estado fez algo que, a meu ver, foi absolutamente adequado no momento em que propõe bônus para aqueles que economizam água em razão dessas circunstâncias. Mais de 80% da população participaram disso”, disse o candidato, enfatizando que, se vencer a eleição, “assumirá as responsabilidades” e “agirá em parceria”.

“O que eu posso garantir é que eu, presidente da República, serei o grande parceiro, não apenas de São Paulo, mas de outros estados que também vivem esse problema para planejarmos e investirmos juntos. O meu governo, seja na questão da água, seja na questão da segurança, seja na questão da economia, não vai terceirizar responsabilidades”, afirmou nesta segunda-feira (20), durante visita ao Santuário de Nossa Senhora da Piedade, em Caeté, na região metropolitana de Belo Horizonte.

Aécio Neves prometeu ainda decretar guerra à inflação e pôr fim ao ciclo de governo que, segundo ele, deixará como “herança perversa um quadro econômico extremamente grave” e “os indicadores sociais deixando de melhorar”. “Como eu acho que [a inflação] não está sob controle, vou decretar guerra à inflação. Tolerância zero. Nós vamos tirar esse fantasma de novo da vida da dona de casa, do trabalhador brasileiro.”

O candidato iniciou a última semana de campanha em Minas Gerais, seu estado natal, do qual foi duas vezes governador. Ele disse que pretendia voltar à região onde começou sua campanha para pedir iluminação a Nossa Senhora da Piedade para, se for eleito, fazer o “governo que os brasileiros merecem”.

Após a visita, o presidenciável seguiu para Belém, onde participa de ato político ainda nesta noite.

Edição: Nádia Franco

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
basquete em cadeira de rodas, seleção brasileira, Rio 2026
Esportes

Coluna - Justo ou injusto?

Reclassificação no basquete tira atletas do movimento paralímpico. Dos 132 reenquadrados, 119 foram considerados aptos a competir em Tóquio, e nove inelegíveis.

Ensino a distância cresce mais que presencial
Educação

MEC autoriza aulas a distância em escolas técnicas federais de ensino

Instituições que optarem por suspender aulas presenciais deverão repô-las integralmente e poderão alterar calendários escolares, inclusive recessos e férias.

A Polícia Federal prende o banqueiro Eduardo Plass em nova etapa da Operação Hashtag, desbodramento da Lava Jato no Rio de Janeiro.
Geral

Polícia Federal faz operação contra fraudes nos Correios

Cargas eram distribuídas no fluxo postal sem faturamento ou com faturamento inferior, dando prejuízo de R$ 94 milhões aos Correios. Foram expedidos mandados de afastamento de funcionários.

Governo de São Paulo inicia testes com vacina contra o novo coronavírus.
Saúde

São Paulo usa Metrô para vacinar adultos e crianças 

Não é necessário apresentar carteirinha de vacinação. Em todas as estações do Metrô de São Paulo, a campanha estará na área livre do mezanino. Vacinas evitam diversas doenças.

O ministro Gilmar Mendes, durante a segunda parte da sessão de hoje (23) para julgamento sobre a validade da prisão em segunda instância do Supremo Tribunal Federal (STF).
Justiça

Gilmar Mendes suspende efeitos de veto sobre uso máscara em presídios

A decisão suspende “apenas os efeitos dos vetos feitos por meio de republicação, após o prazo de 15 dias para o exercício da deliberação executiva sobre o projeto de lei”, diz STF.

Cataratas do Iguaçu em Foz do Iguaçu/PR
Geral

Parque Nacional do Iguaçu retoma atividades a partir de hoje

Entre as medidas obrigatórias para acessar a unidade de conservação estão a redução da capacidade do local, aferição da temperatura, o distanciamento entre as pessoas e uso correto da máscara.