Duque quebra silêncio e nega contato de sua mulher com Lula

Publicado em 19/03/2015 - 14:16 Por Luciano Nascimento – Repórter da Agência Brasil - Brasília

O ex-diretor da Petrobras, Renato Duque, presta depoimento em CPI na Câmara dos Deputados ( Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Ex-diretor da Petrobras negou que sua mulher tenha parentesco com José DirceuMarcelo Camargo/Agência Brasil

O ex-diretor de Serviços da Petrobras Renato Duque voltou a quebrar, há pouco, o silêncio que disse que manteria em seu depoimento na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Petrobras, para negar que sua esposa tenha tido contato com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

No início da sessão, ele disse que permaneceria calado, mas respondeu a duas perguntas formuladas pelo deputado Izalci (PSDB-DF). Antes, ele já havia rompido o silêncio para dizer que não conhece o doleiro Alberto Youssef, que o acusou, em delação premiada, de receber propinas de empresas contratadas pela estatal.

Citando uma publicação do site da revista Veja, segundo a qual, após a prisão do ex-diretor da Petrobras, a esposa dele entrou em desespero e, não podendo mais recorrer ao ex-ministro José Dirceu, procurou o tesoureiro do Instituto Lula, Paulo Okamoto, amigo do ex-presidente, para que interviesse em favor de Duque. Izalci perguntou, então, a Duque se a mulher dele teve contato com o ex-presidente. “Minha esposa nunca esteve com o presidente Lula, nem com Okamoto. Não conhece, nem nunca conheceu”, retrucou Duque, negando a veracidade das informações.

Ao responder à primeira pergunta formulada por Izalci, se a sua esposa tem parentesco com o ex-chefe da Casa Civil, Duque, que a cada pergunta repetia a expressão “calo-me por direito” ou variantes, contrariou a orientação de seus advogados e negou aos membros do colegiado a existência de qualquer tipo de parentesco.

“Tem determinadas perguntas que não tem mínima questão e vou responder: basta olhar a árvore genealógica de um e de outro e ver que não tem nenhum parentesco, nem da minha esposa, nem meu”, respondeu Duque, que foi apontado por alguns deputados como apadrinhado de Dirceu na estatal.

Duque também quebrou o silêncio ao ser confundido pelo deputado Altineu Cortês (PR-RJ) com o ex-gerente de Engenharia da Petrobras Pedro Barusco, “Não me confunda com o Barusco”,  corrigiu o ex-diretor da Petrobras. Ele disse ainda que considera “ameaça” o fato de parlamentares terem levantado a possibilidade de convocar sua esposa para depor na comissão. “Essa CPI não ameaça, convoca”, rebateu o deputado Onix Lorenzoni (DEM-RS).

Os membros da CPI informaram que vão propor uma acareação entre Duque e o ex-gerente de Engenharia da Petrobras Pedro Barusco. Segundo os parlamentares, o tesoureiro do PT, João Vaccari Neto, que é cogitado para depor na comissão, também poderá participar da acareação.

Edição: Nádia Franco

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Forte explosão na região portuária de Beirute
Política

Bolsonaro acompanha embarque de missão brasileira a Beirute

Chefiada pelo ex-presidente Michel Temer, a missão leva 6 toneladas de materiais entre medicamentos, e alimentos a Beirute, que foi fortemente afetada por uma explosão há oito dias.

Fachada da Caixa Econômica Federal
Economia

Caixa credita hoje auxílio emergencial para nascidos em julho

O auxílio, com parcelas de R$ 600 (R$ 1,2 mil para mães solteiras), foi criado para reduzir os efeitos da crise econômica causada pela pandemia de covid-19.

Londres, coronavírus, covid - 19
Internacional

Museu da Ciência reabrirá em Londres no próximo dia 19

Museu oferece ingressos online com hora marcada para um número reduzido de visitantes, a fim de permitir o distanciamento social e controlar a movimentação.

Pessoas em parque de Paris
Internacional

França: nova onda de covid-19 pode ter controle mais difícil

O presidente Emmanuel Macron, afirmou, em videoconferência com ministros, que a França vai adotar novas restrições para as 20 maiores cidades do país, visando a  conter a taxa de infecções.

A cúpula  maior, voltada para cima, abriga o Plenário da Câmara dos Deputados.
Política

Câmara aprova MP que amplia uso de assinatura eletrônica

Objetivo da MP é facilitar o uso de documento assinados digitalmente para ampliar o acesso a serviços públicos digitais. Texto segue para o Senado.

la bombonera, estádio do boca juniors
Esportes

Equipes do futebol argentino voltam a treinos presenciais

Após paralisação de cinco meses causada pela pandemia de coronavírus, 16 das 25 equipes da primeira divisão do país sul-americano retornaram às atividades presenciais.