Em programa do PT, Dilma diz que sabe suportar pressões e injustiças

Publicado em 06/08/2015 - 16:53 Por Paulo Victor Chagas – Repórter da Agência Brasil - Brasília

Em programa que vai ao ar na noite de hoje (6), em rede nacional de televisão e rádio, o PT afirma que uma crise política pode trazer “sofrimento” e efeitos “bem piores” do que uma crise econômica.

No programa, a presidenta Dilma Rousseff diz que o Brasil passa por um ano de travessia, mas que voltará a crescer “com todo potencial”. “Sei que muita coisa pode melhorar. Sei que tem muita coisa para ser feita, que tem muito brasileiro sofrendo. Mas juntos vamos sair desta. Estou do lado de vocês. Este é o meu caminho. Por ele seguirei”, diz Dilma.

A presidenta relembrou que a população passou a exigir mais direitos e que, diante desse cenário, nenhum governante pode se acomodar. “Quem pensa que nos faltam energia e ideias para vencer os problemas, está enganado. Sei suportar pressões e até injustiças”, afirmou. 

Por sua vez, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que também participa do programa, reconhece que o país enfrenta fase difícil, mas que a atual situação ainda é melhor do que no passado. “Nosso pior momento ainda é melhor para o trabalhador que o melhor momento dos governos passados. Nosso maior ajuste ainda é menor do que os ajustes que eles fizeram. É mais fácil chegar a um porto seguro com quem já foi capaz de enfrentar a crise e fazer o Brasil avançar na tormenta, sempre protegendo os que mais precisam”, diz Lula.

O programa tem como apresentador o ator José de Abreu, que afirma: “nos últimos tempos, começaram a dar uma nova utilidade às panelas. A gente não tem nada contra isso. Só queremos lembrar que fomos o partido que mais encheu a panela dos brasileiros. Se tem gente que se encheu de nós, paciência. Estamos dispostos a ouvir, corrigir, melhorar. Mas com as panelas vamos continuar fazendo o que a gente mais sabe: enchê-las de comida e de esperança. Esse é o panelaço que gostamos de fazer pelo Brasil”.

O programa gravado irá ao ar às 20h30. O PT divulgou a íntegra em sua página na internet no final da manhã.

Oposição

Em entrevista, o presidente do PSDB, senador Aécio Neves (MG), criticou hoje (6) o programa do PT. Segundo ele, o partido tem desmerecido manifestações dos brasileiros que, "seja nos panelaços, seja por quaisquer outras vias, manifestam-se contra a corrupção que este governo implementou no Brasil, manifestam-se contra a carestia, manifestam-se contra a inflação saindo de controle, manifestam-se com a perda de investimentos e, portanto, com o crescimento negativo da nossa economia. Os brasileiros têm, sim, muitas razões para se indignar".

 

Edição: Carolina Pimentel

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias