Conselhão consultará integrantes sobre permanência após votação do impeachment

Publicado em 28/07/2016 - 18:49 Por Paulo Victor Chagas - Repórter da Agência Brasil - Brasília

Os mais de 90 integrantes do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social, o Conselhão, serão consultados se querem continuar participando do órgão após o julgamento do impeachment da presidenta afastada Dilma Rousseff no Senado. Hoje (28), o governo interino sinalizou a intenção de continuar sendo aconselhado por representantes da sociedade, mas decidiu esperar o julgamento de Dilma para definir quem serão os novos conselheiros.

Após se reunir com integrantes do Comitê Gestor do Conselhão, a secretária do colegiado, Patrícia Audi, disse que o grupo pode voltar a se reunir em setembro, mas antes vai consultar os membros se desejam permanecer no órgão consultivo caso o presidente interino Michel Temer seja confirmado no poder.

“Fizemos contatos com alguns conselheiros. Alguns deles não se sentiram confortáveis em contribuir neste momento, e nos solicitaram que aguardássemos decisão com relação ao processo de impeachment para que os conselheiros e as organizações às quais eles representam possam se manifestar pelo interesse ou não de continuar contribuindo”, disse Patrícia.

De acordo com a secretária do órgão, a reunião de hoje foi convocada para que o governo Temer confirmasse interesse em continuar contando com o fórum de discussões.

Atividades

Criado em 2003, o Conselhão estava desativado desde 2014 e novos membros foram empossados pela presidenta afastada Dilma Rouseff este ano. Na nova composição, no entanto, houve apenas uma plenária, em janeiro, e uma oficina de trabalho no mês de março. A retomada do crescimento econômico foi eleita pelos conselheiros como prioridade dos trabalhos do órgão em 2016.

O ex-presidente da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea) Luiz Moan já manifestou interesse em continuar participando do conselho, assim como o sindicalista Antônio Neto, presidente da Central dos Sindicatos Brasileiros (CSB).

Na opinião de Clemente Ganz Lúcio, do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), que também faz parte do comitê gestor, a composição do Conselhão vai depender da disposição de Temer em manter os atuais membros ou fazer novos convites. Segundo ele, o crucial é preservar a existência do órgão independentemente do governo.

“O conselho é de pessoas convidadas pelo governante a colaborar com o país. Nós sugerimos que o presidente o faça novamente, convidando 100 brasileiros e brasileiras a compor o conselho, que poderão ser os mesmos ou outros, não importa. O que importa é que há uma decisão do governo de manter essa iniciativa, que consideramos importante”, disse o conselheiro, sem adiantar se continuará ou não no órgão a partir de setembro.

Edição: Luana Lourenço

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Hospital de campanha do Maracanã no Rio de Janeiro
Justiça

Justiça diz que Saúde não pode desmobilizar hospitais de campanha

Segundo a SES, hospitais de São Gonçalo e do Maracanã estão abertos, mas sem pacientes por causa da disponibilidade de vagas em unidades regulares da rede estadual.

O ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, fala à imprensa , após reunião com o presidente Jair Bolsonaro no Palácio da Alvorada
Justiça

Defesa de Onyx assina acordo de não persecução penal com a PGR

Apesar do acordo fechado com a PGR, é necessário que o caso seja analisado pelo Supremo Tribunal Federal. Ministro-relator vai decidir se homologa acordo.

Hospital de campanha para vítima de Covid-19 em Santo André, São Paulo
Saúde

Covid-19: Brasil registra mais 561 mortes; total chega a 94.665

Doença atingiu 2,75 milhões de brasileiros; 69,5% já se recuperaram. Atualmente, 743.334 pacientes estão em acompanhamento.

Painel Resolveu
Geral

EBC fica em primeiro no ranking de elogios entre instituições federais

De 1º de janeiro a 31 de julho, a administração federal recebeu 4.656 elogios de usuários de 333 instituições; EBC recebeu 417 elogios, e Ministério da Economia, 375.

Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social - BNDES
Economia

BNDES seleciona fundos de crédito não bancário para pequenas empresas

Com isso, BNDES busca mitigar impactos da pandemia de covid-19 na economia e, por meio de canais não bancários, ampliar crédito para pequenos empreendedores.

Dolar-Moeda estrangeira
Economia

Dólar ultrapassa R$ 5,30 e fecha no maior valor em duas semanas

Nos Estados Unidos, alta da indústria e impasse em negociações de novo pacote de estímulos pressionaram cotação. No Brasil, mercado aguarda reunião do Copom.