PTB confirma Marlene Machado como vice na chapa de Russomano

Publicado em 30/07/2016 - 17:09 Por Flávia Albuquerque - Repórter da Agência Brasil - São Paulo

O PTB confirmou hoje (30) a escolha da presidente do PTB Mulher, Marlene Campos Machado, como candidata a vice-prefeita na chapa do candidato Celso Russomanno, do PRB.

Marlene chegou a cogitar disputar a candidatura para prefeitura, mas decidiu pela aliança com o partido de Russomanno. A convenção que oficializou o nome de Marlene ocorreu na Assembleia Legislativa de São Paulo.

“Celso está comprometido com as mesmas bandeiras que eu sempre ergui e que foram base da minha pré-candidatura. Nossa cidade tem recursos, arrecada muitos impostos, portanto, é dever do Poder Público realizar uma gestão eficiente. Abro mão da minha candidatura a prefeita para entrar em um projeto maior, mas que mantêm as mesmas propostas e objetivos”, disse Marlene Machado, na convenção.

Sete partidos já escolheram os candidatos para disputa municipal. Na manhã de hoje, pelo PMDB, foi confirmada a ex-prefeita e senadora Marta Suplicy como candidata do partido à prefeitura de São Paulo. A chapa será composta também por Andrea Matarazzo, candidato a vice-prefeito pelo PSD.

O PRB escolheu o deputado federal Celso Russomanno. O atual prefeito, Fernando Haddad, concorre à reeleição pelo PT, tendo como companheiro de chapa o ex-secretário de Educação do município, Gabriel Chalita.

O PSDB confirmou o empresário João Doria e o deputado federal Bruno Covas como candidatos a prefeito e vice-prefeito.

Pelo PSOL, a deputada federal e ex-prefeita de São Paulo Luiza Erundina concorre à prefeitura, tendo como candidato a vice-prefeito o também deputado federal Ivan Valente.

O candidato da Rede Sustentabilidade é o vereador Ricardo Young. A ativista Carlota Mingolla completa a chapa, concorrendo ao cargo de vice-prefeita.

Pelo Solidariedade (SD), o candidato é o deputado federal Major Olímpio. O candidato a vice-prefeito é David Martins, presidente estadual do partido e dirigente da Força Sindical.

Edição: Carolina Pimentel

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique
Últimas notícias
Live Jair Bolsonaro 13.08.2020
Política

Bolsonaro: não existe tentativa de furar o teto de gastos

Bolsonaro defendeu a realização de investimentos públicos em áreas sociais e obras de infraestrutura, mas disse que não existe tentativa de "golpe" para "furar o teto".

A partir de hoje (17) estão liberadas as práticas de esportes coletivos como vôlei, futevôlei, beach tennis e futebol nas praias do Rio de Janeiro.
Geral

Senado aprova auxílio de R$ 600 para trabalhadores do esporte

O Senado aprovou hoje um projeto de lei que regulariza o recebimento do auxílio emergencial por funcionários e atletas do setor de esportes.

Edifício sede do Superior Tribunal de Justiça STJ
Justiça

Ministro do STJ revoga prisão domiciliar de Queiroz e esposa

 Fabrício Queiroz é investigado em um suposto esquema de rachadinha na Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro. 

Vista geral da favela Morro Azul, na zona sul do Rio de Janeiro.
Geral

Rio: 1,4 mil mortes por covid-19 foram em favelas, mostra painel

Número se referem às favelas da capital. O estado do Rio de Janeiro registrou 14.080 óbitos desde a chegada do novo coronavírus no Brasil, dos quais 8.612  na capital.

O TSE aumentou o esquema de segurança para acessar o prédio do tribunal neste domingo
Justiça

TSE adia decisão a respeito de tese sobre abuso de poder religioso

Até o momento, os ministros Alexandre de Moraes e Tarcísio de Carvalho Neto votaram contra a medida. Somente o relator, Edson Fachin, defendeu a tese para punição. 

Escola fechada por cinco dias após relatos de coronavírus.
Justiça

TJRJ determina que escolas se preparem para retorno, mesmo em greve

Decisão diz que 70% dos funcionários do administrativo devem retornar ao trabalho presencial, mesmo durante a greve, para prepararem a volta às aulas.